Connect with us

Roberta Sá

“Eu gosto de tudo que é genuinamente brasileiro”, diz Roberta Sá em entrevista sobre carreira e “Giro”

“Giro”, o recém-lançado álbum da cantora, teve a produção e composições de Gilberto Gil!

Published

on

“Eu gosto do que é genuinamente brasileiro”, diz Roberta Sá em entrevista

Roberta Sá está em um dos momentos mais vibrantes da sua carreira! A cantora potiguar, que se mudou para o Rio de Janeiro aos 9 anos, comemora o sucesso do seu mais recente álbum, “Giro”, com a participação luxuosa de Gilberto Gil na produção e criação das canções. Em entrevista ao POPline, Roberta Sá falou sobre o seu atual momento e a influência dos diversos ritmos musicais em sua carreira!

Roberta, o “Giro” é um álbum sensacional! Escutamos muito aqui na redação. Como veio a ideia de fazer o álbum? Que honra ter a produção e letras do grande Gilberto Gil! Como foi esse encontro?

Obrigada, que bom que vocês gostaram e escutaram na redação. A ideia veio no momento que Gil escreveu “Giro” pra mim. Isso foi em 2016, quando nos encontrávamos bastante na casa de Jorge Bastos Moreno, que infelizmente nos deixou, que reunia os amigos em torno de sua vasta mesa. Logo em seguida os dois fizeram juntos “Afogamento”. Então, quando eu estava com as duas canções na mão, pensei: ‘Quero fazer um disco dedicado à obra de Gilberto Gil’. Conversei com a Flora (mulher de Gil), ela me deu a ideia de aproximar o Ben Gil, que produziu e teve a ideia de fazer um disco de inéditas.

Você passeia muito bem pelos ritmos! Canta samba, mpb, algumas músicas em espanhol também, xote. Como você avalia essa versatilidade?

Gosto muito de passear pelos ritmos brasileiros. Gosto de samba, de MPB, de xote, de versatilidade… Como sou de Natal, do Rio Grande Norte, desde muito criança tive contato com as minha raízes nordestinas. Então o côco, o xote, o forró de uma maneira geral, isso tudo formou a minha musicalidade. Ouvi muito Elba Ramalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo…

Você é potiguar e mora no Rio há muitos anos. Como você avalia essas influências das suas raízes em seu trabalho?

Além disso, como vim morar no Rio com 9 anos de idade, também pude surfar na parte cultural do Rio também… De samba, de bossa nova, de MPB… Ia muito aos shows do Canecão, no Jazz Mania, aquilo ali sempre me animou tudo. Acho que o Brasil é um país muito amplo e quando falamos de música brasileira, não podemos, por exemplo, não falar da música de fronteira do Rio Grande do Sul, sem falar no funk, sem falar no forró. Eu gosto de tudo que é genuinamente brasileiro. Nascer no Nordeste e morar no Rio faz com que eu tenha um olhar muito amplo do Brasil.

Após o “Giro” você já pensa em outros lançamentos?

Por enquanto eu tô com “Giro” e pretendo rodar muito com ele. Eu encaro como um filho que acabou de nascer. Então ele é minha prioridade total. Às vezes penso em lançar alguns singles, mas ainda não sei, de repente algum feat…

No último trabalho você contou com a parceria luxosa de Gilberto Gil. Há outros sonhos de parceria quem Roberta ainda tem? Por que?

Sinceramente, atualmente eu tenho pensado muito em ir de encontro à minha geração. De encontrar os artistas da minha geração e também quem está chegando no cenário da música, fazer trocas com novos artistas e também com quem nunca cantei!

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POPline Mix




Ranking