in

Estudo da PWC aponta que 63% dos gastos com música em 2022 acontecerão nas plataformas digitais

 width=

A 19o Pesquisa Global de Entretenimento e Mídia realizada pela PWC Brasil que tem como base os anos de 2018 a 2022, traz aspectos importantes sobre a projeção da indústria da música nos próximos anos.

Para chegar aos dados, foram analisados 53 países, 15 segmentos que trazem dados de: consumo, publicidade, dados digitais e tradicionais levando em consideração 5 anos de histórico e 5 anos de projeções. Vamos à análise dos dados:

– Aumento progressivo dos gastos com música nas plataformas digitais, chegando a 63%, que só não é maior pela experiência dos shows ao vivo;
– Mídia Física e Downloads caem vertiginosamente em termo de consumo;
– Música ao Vivo e Direitos Autorais oscilam devido ao aumento do streaming, mas, mantém a média;

Dados que impulsionam os insights da imagem:

– Até 2022 os dados de Entretenimento&Mídia no Brasil crescem 22% ao ano;
– 82% de penetração da internet móvel;
– 66% dos dados online serão utilizados para assistir vídeo;
– 7 milhões de aplicativos baixados;

Aspecto importante que guia todo o estudo, a tríade: convergência, conexão e confiança; essa será a base do entretenimento e mídia em 2022. Dê um zoom para ver todos os dados! Salve essas ideias! 

Escrito por Redação POPLine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participantes do The Voice USA cantam lindas versões de músicas de Whitney Houston, Destiny’s Child, Camila Cabello e Avril Lavigne

ROCKline: “High Hopes” dá ao Panic! At The Disco sua melhor colocação na Billboard Hot 100