in ,

Entrevista: Leigh-Anne confirma nova sonoridade para o Little Mix, adiamento do LM6 e volta a falar sobre o Brasil “melhor viagem da minha vida”

Não faz nem um mês que o Little Mix visitou o Brasil pela primeira vez. A pandemia de Coronavírus nos colocou o tempo em outra perspectiva e a sensação que temos é de que fazem muitos meses que tivemos esse encontro com uma das maiores girlbands da história. Entretanto há três semanas apenas Leigh-Anne Pinnock e Jade Thirlwall contaram com exclusividade ao POPline que o sexto álbum do grupo estava à caminho e a notícia foi instantaneamente republicada em veículos brasileiros e de todo o Reino Unido.

Foto: Jack Alexander

Era a confirmação que todos esperavam e a gente só não sabia que a primeira amostra desse disco chegaria tão rapidamente. Nesta sexta-feira (27), o Little Mix liberou nas plataformas digitais “Break Up Song”, música que dá início a uma nova era e ao que parece ela será realmente escrita de forma diferente. O single, que tem uma pegada oitentista – que está super em alta – , nos mostra um Little Mix mais maduro e pronto para explorar sonoridades jamais exploradas pelo quarteto. Diria até que “Break Up Song” nos traz um grupo mais adulto, distanciando-se de outros sucessos como “Black Magic” e “Hair”, que tinham um público alvo totalmente diferente.

Para entender melhor o novo single, a nova fase do Little Mix e adiantar mais detalhes do aguardado “LM6”, conversamos novamente com Leigh-Anne, desta vez ao telefone diretamente de sua casa na Inglaterra. De quarentena, Leigh nos atendeu e falou um pouco mais sobre o direcionamento do grupo, alguns medos em relação ao visual adotado em “Break Up Song”, adiamentos envolvendo a pandemia de Coronavírus, o reality show “The Search” e, claro, a sua passagem pelo Brasil, que de acordo com ela mesma foi “a melhor viagem” que já fez na vida!

POPline: Oi Leigh! Aqui é a Mari, conversamos há umas semanas aqui em São Paulo!

Leigh-Anne: Oiiii, tudo bem?

Tudo! E você?

Eu estou bem também, obrigada!

É muita legal poder falar com você de novo. Eu tive o prazer de escutar “Break Up Song” antes do lançamento e fiquei muito surpresa com muitos aspectos dessa música! Ela é incrível, parabéns!

Aahh, muito obrigada! Preciso dizer que estamos muito animadas com essa música! Mal posso esperar para que todo o mundo possa ouvi-la!

Acredito que o mais importante a respeito deste single é que ele é algo completamente diferente de tudo que o Little Mix já fez. Por que vocês escolheram este caminho?

Acho que o que a gente realmente queria era uma ótima música pop. Tivemos a ideia de fazer uma música com uma pegada mais 80’s há um tempo atrás… Na verdade, não a escolhemos como primeiro single instantaneamente. Ela sempre foi uma das nossas favoritas, mas ela não estava finalizada. Me lembro de escutá-la uma vez e pensar assim, ‘Por que não finalizamos essa música? Vamos deixar assim?’. Depois de um tempo finalmente conseguimos finalizar e eu nem consigo explicar direito! Acho que ela é uma música pop muito boa e talvez por isso soe tão diferente de todas as outras. Eu não sei ao certo, mas acho que essa pegada 80’s deixou a música muito mais ‘descolada’.

A produção de “Break Up Song” também é bem ousada, se comparada a músicas antigas do Little Mix. Diria até que esta é uma música mais adulta e mostra um lado diferente do grupo, musicalmente. Estou certa?

Sim, com certeza! Mas eu também acho que ela tem aquele elemento mais cativante, então ela fica na cabeça das pessoas. Eu também acho que os sintetizadores oitentistas também são super pra cima e toda vez que eu ouço, eu fico super feliz e é exatamente o que eu acho que a música faz! É o que eu acho que essa música fará com as pessoas.

Vocês sempre tiveram vocais poderosos, mas acho que esta é uma das melhores produções do Little Mix. Concorda?

Obrigada. Hmmmm, sim eu acredito que é algo muito diferente, fresco.  As pessoas têm aquela sensação de ouvir a música, mas não saber ao certo de quem é, o que é muito interessante. Espero que todos gostem muito.

Tenho certeza que sim! “Break Up Song” é altamente influenciada pelo som dos anos 1980 e esta é uma tendência do mercado neste momento. Essa sonoridade é uma referência que representa bem o som do “LM6” ou é uma faixa mais isolada?

Sim! Definitivamente eu acho que ela representa o disco muito bem. Acho que esta é uma ótima introdução ao que o álbum está se tornando!

O vídeo teaser do Instagram para “Break Up Song” também é bastante influenciado pelos anos 1980! Você até está usando um corte de cabelo no estilo mullet! O clipe também será assim? Como foi essa filmagem?

Nós ainda não filmamos o videoclipe oficial dessa música, o que é uma pena, e obviamente não podemos fazer um vídeo nesse momento, mas temos algo para lançar e será muito legal. A gente fez um vídeo vertical para o Spotify, que também tem essa vibe oitentista super ‘cool’ e foi daí que saiu o meu visual com mullet, risos! Cara, eu tava com tanto medo de mostrar esse cabelo! Não sabia se as pessoas iriam gostar, porque obviamente é muito diferente e eu nunca fiz nada nem parecido com esse estilo antes. Mas eu sempre gosto de fazer coisas diferentes no meu cabelo e experimentar, então pensei ‘por que não?’. Eu adorei!

Eu adorei, Leigh! Ficou super legal! Amei o mullet e as ombreiras!

Ahhh, obrigada! Foi muito legal mesmo. A gente nunca fez nada com essa pegada anos 1980 e o estilo dessa época era muito legal, tão diferente. Foi incrível poder se vestir assim e de uma maneira que nunca nos vestimos antes.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Little Mix (@littlemix) em

Acho que eu fui uma das primeiras repórteres a ouvir a novidade a respeito do novo álbum e instantaneamente fiquei super ansiosa por ele! Como você se sente a respeito desse trabalho? O que você espera dele?

Sim, é verdade! Você foi mesmo! Eu estou super animada. Todas estão super ansiosos por músicas novas. Esse será um excelente álbum pop. Acho que tentamos escutar os nossos fãs ao máximo também e sabemos exatamente o que eles querem ouvir. Da mesma maneira que também escutamos a nós mesmas e entendemos o que queremos cantar e o estilo que queremos seguir. Estamos levando em conta todo esse feed-back e opiniões e esperamos que todos gostem e que seja o nosso melhor álbum.

Você e Jade me confirmaram que o novo disco sairia antes do verão inglês. Isso ainda está confirmado? Afinal de contas, quando conversamos a pandemia de Coronavírus ainda não estava neste estágio e vocês podem ter mudado os planos um pouquinho…

Ah é verdade. Eu não vou mentir, acho que teremos que adiar algumas coisas, o que é uma grande pena, mas são coisas da vida… Tudo que foi planejado vai sair sim. Espero que todos sejam um pouco mais pacientes com a gente… Mas sim, teremos que adiar um pouquinho.

E o “The Search”? Segue confirmado? Como vão as gravações?

Sim! Já fizemos praticamente toda a parte de filmagem do “The Search” e o talento dos participantes é inacreditável! Vamos criar uma banda incrível ali! A filmagem dos shows ao vivo será em breve, o que é muito animador. Foi muito interessante estar do outro lado da mesa, sabe? Criticar as pessoas e olha-las da perspectiva que nos olharam anos atrás. Acho que foi muito difícil para a gente dizer não às pessoas! A gente sofreu muito com isso, porque obviamente estamos mexendo com sonhos e nós tivemos os nossos sonhos lá atrás. Saber que elas não passarão de fase e que estamos destruindo sonhos é horrível, mas tentamos observar que estamos entregando ótimas críticas construtivas, elas se divertem muito no programa e a experiência também é incrível. Esperamos que levem algo de bom e positivo com elas, mesmo que não cheguem a final, mas ainda assim foi muito, muito difícil.

E a turnê? Porque vocês também têm uma grande turnê agendada para o verão do Reino Unido. Ela também irá sofrer alterações?

Nada foi confirmado ainda, mas se tivermos que adia-la, adiaremos. As coisas ainda estão muito no ar, sabe? Estamos todos no mesmo barco! Mas se precisar adiar até que toda essa coisa se resolva, é isso que faremos, infelizmente.

Foto: Jack Alexander

Já que estamos neste assunto, o que você tem feito na quarentena? Alguma recomendação para os mixers brasileiros?

Eu adotei uma rotina, sabe? Então eu acordo, vou para a academia, malho um pouco e depois eu tomo café da manhã e às vezes faço um vídeo no Tik Tok, risos! Depois ando com meu cachorro, porque o clima está muito bom esses dias… À noite assisto Netflix e fico mais tranquila. Mas está muito difícil entender tudo isso e acho que o melhor mesmo é tentar criar uma rotina, algo que você consiga cumprir todos os dias, porque a sua rotina normal você não poderá ter, então crie uma nova! É isso que tenho tentado fazer.

Eu escutei de muitos artistas que este também é um período interessante para estimular a criatividade. Obviamente estamos pensando uns nos outros, no mundo e temos tempo! Muita gente está escrevendo!

Sim! Isso é algo que definitivamente vou começar a fazer! Eu queria muito ter um estúdio em casa, assim eu poderia simplesmente mergulhar lá dentro! Mas acho que posso também receber algumas produções e começar a escrever e trabalhar nelas, seria maravilhoso! Acho muito importante ser criativo em tempos como este. Estimular a mente, fazer qualquer coisa ajuda a te manter mais pra cima e deixar as coisas um pouco mais divertidas.

Leigh, muito obrigada mais uma vez! O show em São Paulo foi tudo que a gente queria e queremos muito mais! Espero que voltem logo e desta vez com a Perrie!

Ahhhhh, risos! Meu Deus, preciso confessar! Honestamente, essa foi a melhor viagem da minha vida! Eu amei demais tudo! Aproveito para agradecer a todos os nossos fãs brasileiros por nos fazer se sentir em casa e sinceramente, mal posso esperar para vê-los de novo!

Escrito por Mari Pacheco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Zeeba fazia música com Manu Gavassi quando ela foi para o “BBB”

Vitor Kley atende aos fãs e anuncia o lançamento do single “O Amor é o Segredo”