banner com link para rádio globo
Primeira edição do Gop Tun Festival reúne mais de quarenta artistas nacionais e internacionais em São Paulo
Primeira edição do Gop Tun Festival reúne mais de quarenta artistas nacionais e internacionais em São Paulo. Foto: Divulgação
in

Entrevista: Gop Tun Festival estreia com 4 palcos e atrações internacionais

Em entrevista ao POPline.Biz, Caio Taborda avalia o mercado da música eletrônica brasileira e a evolução do Selo e Coletivo que completa 10 anos em 2022

Mais de 40 artistas nacionais e internacionais são esperados em São Paulo, no dia 2 abril de 2022, para a primeira edição do “Gop Tun Festival”, projeto que comemora os 10 anos do Selo e Coletivo “Gop Tun” e promete ao público a “pista dos sonhos” nos 4 palcos projetados pelo festival. Os ingressos estão disponíveis acessando aqui.

Artistas da música eletrônica de dez países (Chile, Itália, Angola, Reino Unido, Alemanha, Colômbia, Estados Unidos, Paraguai, Argentina e Brasil) irão se revezar nos quatro palcos do evento que, assim como o selo homônimo, tem como premissa oferecer uma “experiência única e transformadora para seu público.”

Primeira edição do Gop Tun Festival reúne mais de quarenta artistas nacionais e internacionais em São Paulo
Primeira edição do Gop Tun Festival reúne mais de quarenta artistas nacionais e internacionais em São Paulo. Foto: Divulgação

O POPline.Biz é Mundo da Música entrevistou Caio Taborda, um dos co-fundadores do Selo Gop Tun e do Festival, que avaliou o mercado da música eletrônica brasileira e a evolução do Coletivo, que nasceu com objetivo de ser um espaço em São Paulo para subgêneros da EDM.

“Essa é a primeira vez que realizamos o Gop Tun em formato de festival. Além de representar o maior evento já realizado pelo nosso selo e coletivo, esta com certeza é a festa mais importante da nossa história até aqui. Ano que vem completamos 10 anos de boas pistas, não poderíamos ter uma forma melhor de celebrar esta marca do que com um festival como este que traz uma variedade tão grande de artistas e gêneros musicais”, afirma Taborda, que considera o mercado da música eletrônica brasileira, como um dos maiores do mundo.

Primeira edição do Gop Tun Festival reúne mais de quarenta artistas nacionais e internacionais em São Paulo
Caio Taborda (acima) e Fernando Nascii, Gui Scott e Bruno Protti, fundadores do Selo, festival e coletivo Gop Tun. Foto: Divulgação

Leia Mais:

Criado por Bruno Protti, Caio Taborda, Fernando Nascii e Gui Scott em 2012, o selo, festa e coletivo Gop Tun vem promovendo encontros entre artistas do mundo inteiro. Para Taborda, a expansão das frentes do Gop Tun aconteceu de forma natural e no caso do Festival, foi impulsionado pela pandemia, apesar de ser um sonho antigo do coletivo.

“A gente acredita que fomentar o lado artístico do produtor [musical] é algo que é muito importante. A festa cresceu nesses últimos anos, evoluiu e de certa maneira, nós conseguimos construir um movimento com seguidores muito fiéis e a partir dali, nós desdobramos para as festas maiores, festivais e showcases que a gente faz em outras cidades”, diz Taborda.

Para o executivo, falar de música eletrônica significa considerar inúmeros subgêneros que estão sob o seu guarda-chuva, do mainstream ao mais alternativo. No Gop Tun, Taborda destaca que olhar do Selo e dos Festivais é voltado para subgêneros mais experimentais do eletrônico e que essas produções são muito bem vistas em escala internacional.

“Nós vemos que a inventividade, a criatividade e o fato de muitas vezes os artistas alternativos utilizarem um pouco do que é a nossa cultura regional musical, faz com que a gente seja bem visto fora do Brasil“, afirma Taborda.

Em relação a curadoria do Festival que reunirá mais de 40 artistas da cena eletrônica nacional e internacional e do próprio Selo que celebrará 10 anos de criação, Taborda considera que os fundadores do coletivo sempre foram uns “nerds das pesquisas musicais” e que buscam sempre o caminho do ineditismo das faixas, sons pouco explorados e artistas que possuam uma identidade original.

“Acho que a nossa curadoria ela vai de encontro com o que tem de mais novo acontecendo, com o não-usual, fugindo de clichês e do que normalmente a indústria considera “ticket sellers”. Nós queremos apresentar, muitas vezes, os artistas que têm muito talento e pouco espaço. E a gente se orgulha bastante por ter visto nesses últimos anos muitos artistas que a gente abriu espaço ganhando repercussão internacional ou mesmo aqui no Brasil”, finaliza Taborda.

Primeira edição do Gop Tun Festival reúne mais de quarenta artistas nacionais e internacionais em São Paulo
Caio Taborda (à esquerda) e Bruno Protti, Fernando Nascii e Gui Scott, fundadores do Selo, festival e coletivo Gop Tun. Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

O line-up do Gop Tun Festival

As apresentações serão divididas em quatro palcos, nomeados com as principais festas criadas pela Gop Tun: Xama, Supernova, Danceteria e Não Existe.

A americana Avalon Emerson, que já levou seus sets ao Coachella, chega agora ao palco Supernova, mesmo espaço onde a brasileira BADSISTA – que com apenas 26 anos, tem sido reconhecida mundialmente por sua pesquisa de música periférica – se apresentará. Para finalizar a programação do Supernova, a alemã Dr. Rubinstein fará sua já conhecida apresentação que mistura breaks, techno e electro, já celebrada nos principais clubs do gênero no mundo.

Como um dos headliners do evento, o DJ alemão Danilo Plessow (MCDE) será um dos responsáveis por agitar o palco Danceteria, que também receberá a DJ alemã Paramida, apresentando seu set que já é sucesso nas noites de Berlim. Quem também estará no mesmo palco é o casal Octo Octa b2b Eris Drew, conhecido por sua discotecagem e produções de peso.

Primeira edição do Gop Tun Festival reúne mais de quarenta artistas nacionais e internacionais em São Paulo
Para celebrar os dez anos de Gop Tun, no dia 02 de abril, selo realizará o maior evento de sua história. Foto: Divulgação

Além da música eletrônica, o “Não Existe” traz também nomes do funk e rap periféricos para o festival. Um dos nomes mais esperados neste palco é o rapper FBC – que viralizou nas redes sociais com sua música “Se Tá Solteira” e lançou recentemente o álbum “Baile”– e se apresentará juntamente com seu produtor VHOOR. O português DJ Nigga Fox – talentoso produtor residente em Lisboa, conhecido por seu selo ”Príncipe” e por promover eventos de sucesso – também tem presença confirmada no mesmo palco.

Representando o Funk dos anos 90, Sany Pitbull apresentará seu projeto ‘caixa de pandora’ durante o evento, com raridades que prometem animar toda a pista. Já o britânico Lone – que recentemente lançou um álbum muito bem avaliado pela crítica – e o colombiano Gladkazuka são alguns dos nomes que representarão a música eletrônica neste palco.

Já o palco “Xama” será o local onde nomes de cenas locais independentes se reunirão em apresentações ‘Back to Back’ com outros DJs. Eternal Love, Omoloko b2b Cauana e Valentina Luz b2b Gigios já tem apresentação confirmados neste palco.

SERVIÇO – GOP TUN FESTIVAL 2022:

  • Data: 02 de abril de 2022
  • Horário: Das 12h (dia 02) até 08h (dia 03)
  • Endereço: São Paulo – SP
  • Valor: a partir de R$180* (Sujeito a término do lote)
  • Ingressos: para adquirir os ingressos, acesse aqui.

Escrito por Láisa Naiane

Batman: você reconhece Colin Farrell no trailer?

Batman: você reconhece Colin Farrell no trailer?

Any Gabrielly conta sonho curioso com Zendaya e Bruna Marquezine

Any Gabrielly conta sonho curioso com Zendaya e Bruna Marquezine