in ,

Entrevista: Charlie Puth revela influencias de Destiny’s Child para próximo álbum e novo projeto com Katy Perry

Charlie Puth é um dos artistas mais talentosos da atualidade. Além de ser um cantor de grande sucesso, ele é um multi-instrumentista, produtor e compositor, responsável por hits também de outros artistas. Foi sobre esses dois lados que ele falou em entrevista exclusiva ao Portal POPline!

O cantor prepara o caminho para o lançamento do seu terceiro álbum. A primeira música, “I Warned Myself”, foi lançada em agosto. Ele revelou, no entanto, que esse foi só o primeiro passo e os fãs podem esperar mais músicas antes do lançamento oficial. Em paralelo, destaca-se sua colaboração com Katy Perry. O mundo já saiu “Small Talk”, que tem Puth com compositor, mas não vai vai parar por aí!

Você sabe de todos as novidades lendo a entrevista abaixo!

Primero de tudo, quero saber mais sobre o novo single “I Warned Myself”, que eu adorei. O que tem de mais especial nessa música?
Bem, antes de responder eu vou falar uma novidade. Eu já lancei ‘I Warned Myself’ e então, em menos de algumas semanas, nós vamos soltar outra música. E então, depois, vamos ter ainda outra. No final, os fãs que vão escolher qual é o single. É só pra ninguém ficar confuso. Nós teremos mais música do que nunca, estou muito animado

Sobre ‘I Warned Myself’, é tipo sobre um ciclo vicioso de voltar para algo que você sabe que não é bom pra você. Você acaba fazendo isso, de qualquer forma. Mesmo que em 99% do tempo você não se sinta bem, tem aquele 1% positivo que é o suficiente para que você continue voltando pra essa pessoa.

Eu realmente sinto que essa música tem uma letra muito intensa! É uma história da sua vida pessoal?
Sim, acho que em toda as músicas que eu lanço, tipo “We Don’t Talk Anymore” ou “Attention”, sempre tem uma história pessoal por trás, porque eu sinto que, se não fosse tão pessoal, eu não sentiria como se fosse minha própria música, sabe? Pareceria algo falso. Então a resposta é simples… Sim, é algo que eu passei pessoalmente. Mas o mais importante é que as pessoas vão se identificar com isso.

E sobre o novo álbum? Está chegando?
Sim, o álbum está definitivamente chegando. Espero que para o próximo ano. Por enquanto, vamos soltar mais algumas faixas e então já tenho muitas músicas prontas para o próximo ano divulgar o álbum com turnê e tudo o mais. Estou realmente muito animado.

Tem alguma coisa que você pode adiantar sobre esse álbum?
O novo álbum é muito inspirado no começo dos anos 2000. É todo produzido por mim, por Benny Blanco, gravei uma música com Jay Cash. Estou super feliz com as pessoas que eu juntei pra esse álbum. Musicalmente, parece com as músicas que eu cresci ouvindo. Lembra algo como N’Sync, Backstreet Boys, Destiny’s Child… É tipo um pouco disso tudo, sabe?

Então, quer dizer, tem aí um novo lado da sua música que você quer mostrar?
Sim, é definitivamente um novo estilo. Eu acho que quero mostrar um lado mais minimalista da minha música. Meu objetivo é fazer música o mais simples possível, para ser universalmente entendido, pra qualquer um se identificar. Uma pessoa pode não falar inglês, pode não ser a primeira língua, e ela vai entender pela sonoridade. Minimalismo é a palavra chave.

Foi você que escreveu “Small Talk”, a nova música da Katy Perry. O que aconteceu nos bastidores durante toda a criação?
Eu acabei de saber que ela lançou o clipe! Eu assisti e achei realmente bom… A ideia toda veio da Katy. Nós somos amigos e nos conhecemos há algum tempo, mas ela chegou e literalmente, falou: ‘eu quero ter uma música chamada ‘Small Talk’”. Eu já tinha uma melodia que eu tinha escrito em estúdio, então eu apenas toquei e encaixamos a melodia na letra.

Podemos esperar outra parceria com a Katy, talvez como vocalista?
Sim, eu fiz uma outra música com a Katy… Acho que ela mencionou o título da música.

É “Harleys in Hawaii”?
Sim, essa mesma! Eu não estou cantando nessa música, mas eu fiz o vocal de apoio. Vocês vão perceber minha voz ao fundo. Vai ser bem legal.

Você vem ao Brasil pela primeira vez para show no Rock in Rio em outubro! Você está animado?
Pois é, eu estou MUITO animado. Nós demoramos para organizar esse momento e vai ser especial para todo mundo. O fato da minha primeira vez no Brasil ser no Rock in Rio é louco.

Você sabe que os fãs brasileiros são um pouco mais intensos que o normal, né?
Sim, eu sei disso! O Brasil sempre demonstrou muito amor, os fãs são incrivelmente apaixonados. Então eu já estou com altas expectativas sobre o que vou encontrar.

O que podemos esperar sobre o show? Você vai cantar músicas novas?
Sim, eu vou cantar algumas das músicas novas no Rock in Rio, será a estreia. É uma ocasião muito especial, então eu tinha que fazer isso.

Você já gravou músicas com mulheres fortes no mundo da música como Selena Gomez, Little Mix e Meghan Trainor. Como foram essas experiencias?
Eu acho que trabalhar com qualquer artista significa um crescimento incrível para mim. Significa que eu vou encontrar com novos artistas, novos compositores, produtores e eu só cresço com essa troca. Eu amo colaborações!

E sobre o Adam Levine (do Maroon 5)? Eu sei que vocês são muito amigos, mas já pensaram em trabalhar juntos?
Eu acho que poderia rolar… Nós, na verdade, não escrevemos nenhuma música juntos em todos esses anos de amizade. Poderia dar muito certo!

Ver essa foto no Instagram

We’re the two best friends that ANYONE can have!

Uma publicação compartilhada por Charlie Puth (@charlieputh) em

Você tem alguma música na carreira que você gostaria que tivesse sido um single, mas não foi?
Tem uma que eu realmente me arrependo… É chamada “Boy”, foi um erro não ter sido um single. Essa é uma das minhas músicas favoritas que eu escrevi na vida e os fãs também acham.

E o contrário, tem alguma que foi single e você meio que se arrependeu?
Não, eu não me arrependo de nada na minha carreira. Tudo o que eu fiz foi o resultado para chegar até aqui. Se eu não tivesse feito as coisas que fiz, talvez eu não estivesse aqui, falando com você nesse momento. É minha história e eu não abro mão!

Você quer mandar uma mensagem para seus fãs brasileiros?
Estou muito feliz em conhecer vocês! Eu nunca fui ao Brasil antes e tocar no Rock in Rio é algo que estou muito ansioso. Tudo isso é como um sonho se tornando realidade e estou ansioso pra ver acontecer.

Escrito por Caian Nunes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Kevin Federline acusa pai de Britney Spears de cometer “abusos físicos” ao neto

“Graveyard”: Halsey anuncia novo single e mostra arte da capa