Foto: Divulgação/Reprodução de internet
in ,

Emicida manifesta apoio à Dani Calabresa após acusações de assédio sexual de Marcius Melhem

“Todo apoio as vítimas!”, escreveu em seu Twitter.

A notícia de assédio sexual e moral envolvendo o ator, diretor e roteirista Marcius Melhem e Dani Calabresa dominou as redes sociais nesta sexta-feira (4/12). Famosos da área da dramaturgia, humoristas e fãs manifestaram-se em solidariedade à humorista, que foi a primeira mulher a revelar os tristes episódios à alta cúpula da Rede Globo. Até o fechamento desta matéria, Emicida foi um dos pouquíssimos artistas da música a se manifestarem.

Foto: Divulgação/Rede Globo

Emicida republicou o link da revista Piauí, que publicou hoje uma matéria intitulada “O que mais você quer, filha, para calar a boca?”. O texto aborda acusações de assédio sexual feitas por Dani Calabresa e outras mulheres contra Marcius Melhem. “Todo apoio as vítimas!“, escreveu o rapper, que recentemente lançou o clipe de “Mulheres Não Têm Que Chorar” ao lado de Elza Soares e Ivete Sangalo.

A reportagem feita por João Batista Jr. traz detalhes minuciosos sobre as denúncias de assédio e a demissão do ator e diretor do programa “Zorra”, mostrando como a emissora tentou contornar o assunto em silêncio. O assédio contra Dani Calabresa inclui atos como “alisar cabelo, pedir pra conferir o corpo e tirar o pênis para fora”, segundo a denúncia feita pela humorista.

Outro trecho revela que Dani, ao ir no banheiro foi novamente surpreendida por Melhem que tentou agarrá-la. Ao pedir para passar, foi imobilizada e ele teria tentado ‘roubar’ um beijo. Dani virou o pescoço, mas Melhem a lambeu no rosto. Em seguida, ele teria mostrado o pênis e ao tentar fugir a atriz encostou a mão e os quadris no órgão genital do diretor da Globo. Três dias após este fato, Melhem teria sido debochado ao comentar não ter culpa do que havia ocorrido. “Quem mandou você estar muito gostosa?”, teria dito Melhem.

Até o momento, Dani Calabresa e Marcius Melhem não comentaram a reportagem da revista Piauí, que afirmou ter ouvido 43 pessoas, entre elas duas vítimas de assédio sexual, sete vítimas de assédio moral e três vítimas dos dois tipos de assédio de Marcius Melhem.

O assunto segue no topo dos trending topics no Twitter. Veja a repercussão:

Escrito por Daiv Santos

Awn! Luísa Sonza divide fotos de viagem romântica com Vitão; veja!

Na Rolling Stone, Miley Cyrus diz que pela primeira vez prestam mais atenção nas suas músicas