banner com link para rádio globo
(Foto: Reprodução / YouTube)
in ,

Em carta, advogado de Britney Spears pede que irmã da cantora pare de citá-la

A briga pública de Britney Spears com a sua irmã mais nova, Jamie Lynn, ganhou um novo capitulo nesta terça-feira. O Page Six publicou uma carta na qual a cantora pop solicita formalmente que a atriz de Zoey 101 pare de usar o seu nome ao promover o lançamento de seu livro de memórias, “Things I Should Have Said.

Leia mais: 

Jamie Lynn Spears, irmã de Britney, desabafa sobre abuso na família
Foto: Divulgação

A carta foi emitida pelo advogado de Britney, Mathew S. Rosengart – conhecido por batalhar no caso de sua tutela.

“Prezada Sra. Spears: Como você sabe, eu represento sua irmã Britney Spears, e escrevo a seu pedido sobre o assunto acima mencionado. Escrevemos com alguma hesitação porque a última coisa que Britney quer é trazer mais atenção para seu livro inoportuno e suas afirmações enganosas ou ultrajantes sobre ela”, começa a carta.

“Embora Britney não tenha lido e não pretenda ler seu livro, ela e milhões de seus fãs ficaram chocados ao ver como você a explorou para ganhar dinheiro. Ela não vai tolerar isso, nem deveria.”, continua Rosengart.

“Você, mais do que todas as pessoas, sabe o abuso e as irregularidades que Britney teve que suportar durante a tutela, depois de inicialmente crescer com um pai alcoólatra. Na verdade, seu próprio livro afirma que seu pai “passou a maior parte da minha vida nesse ciclo de comportamento ruinoso. Suas crises de bebida me causaram períodos de tormento e tristeza”, prossegue a carta, enviada após troca de farpas entre as irmãs nas redes sociais e na mídia.

“Como eu disse anteriormente, tendo sofrido uma tutela de 13 anos que a privou de direitos civis e liberdades fundamentais, Britney não será mais intimidada por seu pai ou qualquer outra pessoa. Britney era o ganha-pão da família e ela também apoiou você. Divulgar publicamente reclamações falsas ou fantasiosas é errado, especialmente quando projetado para vender livros. Também é potencialmente ilegal e difamatório”, afirma a declaração.

Foto: Getty Images

Rosengart “exige” que Jamie Lynn não fale sobre sua irmã durante a divulgação do livro. “Você recentemente declarou que o livro ‘não era sobre ela’. Ela acredita em sua palavra e nós, portanto, exigimos que você pare e desista de fazer referência depreciativa a Britney durante sua campanha promocional“.

Irmã de Britney Spears dará entrevista exclusiva em programa de televisão

O representante da princesa do pop ameaça tomar providências jurídicas caso Jamie não acate seus pedidos. “Se você não fizer isso ou difamá-la, Britney será forçada a considerar e tomar todas as medidas legais apropriadas”, finaliza.

A relação entre as irmãs foi abalada pela suposta falta de ações de Jamie Lynn em relação aos abusos cometidos por seu pai em relação a Britney durante os 13 anos em que a tutela perdurou. Promovendo o seu livro de memórias, a atriz citou sua relação com a irmã em diversas entrevistas e disse que tentou ajudá-la muitas vezes – o que foi rebatido pela princesa do pop nas redes sociais.

Britney Spears publica carta aberta à irmã: “Eu precisava de você”

Imagem: Mathew Rosengart / Greenberg Traurig
(Via Page Six)

De acordo com o Page Six, Jamie Lynn ainda não recebeu a carta, mas ficou sabendo do conteúdo pela imprensa.

Escrito por Douglas Françoza

K-Pop: T.O.P corta Seungri de foto em post sobre o BIGBANG

Grag Queen e DesiRée Beck estarão no “Q da Questão” desta quarta