Foto: Dona Isa (divulgação)
in ,

“Em algum momento eu tenho que ser eu”, afirma Karin Hils ao POPline

Em entrevista, cantora falou sobre sua carreira musical solo e projetos futuros.

Dona de uma das vozes mais marcantes da música brasileira, é curioso notar que hajam tão poucas músicas solo de Karin Hils. Ao longo de sua carreira, a artista compartilhou seu dom com as canções do grupo Rouge e com diferentes personagens de musicais; como por exemplo Deloris Van Cartier em “Mudança de Hábito” (2015) e Donna Summer em “Donna Summer Musical” (2021-2022). Porém, só em 2020 que a artista lançou “Fogo“, seu primeiro trabalho autoral. “Em algum momento eu tenho que ser eu“, afirma.

Leia mais:

Em entrevista para o Portal POPline, Karin falou sobre o sentimento de lançar suas próprias músicas. “Eu tive a sensação, aos quase 40 anos de idade, que eu tava me devendo isso como artista“, explica. “Não tinha nada meu, de fato“, acrescenta.

Depois do lançamento de “Fogo“, a cantora já liberou outros três singles: “Pra Você Ficar“, “Nossa Lei” e “Sente a Pressão“; que possuem sonoridades voltadas para o R&B e pop. Ouça:

Eu sou eu mesma com as minhas músicas, e isso cada vez mais tem feito sentido pra mim“, avalia Karin Hils.

Atualmente, a cantora se prepara para o lançamento de seu próximo single, com produção assinada por Pabllo Bispo, Ruxell e Sergio Santos (que já trabalharam em hits de Anitta, Pabllo Vittar, Gloria Groove e IZA). Sobre a nova faixa, Karin conta que precisa controlar a ansiedade para a sua divulgação!

Acho que essa música nova já está tão velha pra mim, que eu tô tão desesperada, que eu não sei mais o que fazer com ela“, diz aos risos.

Ela ainda completa: “essa música significa muito pra mim“. Já estamos ansiosos para ouvir!

TV, teatro musical e projetos futuros

Além da carreira solo como cantora, Karin Hils revela que deseja fazer mais papéis para a TV. “Quero atuar mais e quero cantar mais, só que distintamente. Eu quero focar num lado de cantora somente, e focar num lado de atriz somente“, conta.

Foto: Dona Isa (divulgação)

Neste ano, o público poderá ver mais do seu talento de atuação em “O Coro – Sucesso aí vou eu!“, nova série original do Disney+ criada por Miguel Falabella. A trama acompanha um grupo de jovens que fazem testes para entrar numa companhia de teatro musical. Karin vive uma das mães desses jovens!

Ela é uma mãe muito doida, daquelas mães que querem que o filho faça sucesso, e ela é capaz de tudo para que o filho vire uma estrela. Ela criou aquele menino para aquilo, sabe, e tá sendo muito interessante trabalhar essa personagem“, adianta.

Ativa no universo do teatro musical desde 2010, quando estreou em seu primeiro espetáculo, “Hairspray“, a artista defende a democratização dessa arte. “Eu acho que o governo deveria fazer cada vez mais campanhas para a popularização, sabe, para que as pessoas de mais baixa renda tenham acesso, tenham oportunidade de assistir teatro musical“, opina.

Foto: Dona Isa (divulgação)

Leia mais:

As pessoas não fazem ideia do quanto que é trabalhoso juntar essas duas artes ali, quantos trabalhos envolve, o maquinário, as produções, criações…

Embora seja um tanto quanto restrito para um determinado público, Karin argumenta que o teatro musical não está tão distante da cultura brasileira. “eu costumo dizer que o Carnaval brasileiro é o teatro musical que a gente encena todos os anos, uma vez por ano, nas avenidas do Brasil. Tem história, tem dança, tem música, tudo!

Prestes a encerrar a segunda temporada do espetáculo “Donna Summer Musical“, Hils não ficará longe dos palcos por muito tempo. “Tô prestes a realizar um sonho tão grande, um sonho tão incrível, que eu jamais imaginei. Homenagear uma grande artista brasileira em vida, o que eu acho mais bacana ainda“, conta empolgada! Apesar de não revelar quem é essa artista, nem maiores detalhes da produção, temos certeza que Karin Hils irá brilhar mais uma vez neste novo papel!

Escrito por Giovanni Oliveira

Pabllo Vittar faz show grandioso no Primavera Sound Barcelona 2022

Cartolouco entrará com ação contra Rogério após polêmica no “Power Couple”