in ,

Eddie Vedder sobre cancelamentos de shows do Pearl Jam: “experiência de quase morte”

Vocalista revelou que demais integrantes também enfrentaram problemas de saúde

Crédito: Eddie Vedder no IG

Que susto! Integrantes do Pearl Jam enfrentaram sérios problemas de saúde nos últimos dias, levando a cancelamentos de três shows da turnê “Dark Matter” na Europa. Para esclarecer, no primeiro show de retomada da agenda, em Barcelona, o vocalista Eddie Vedder falou sobre o que houve.

LEIA MAIS:
> Eddie Vedder critica Trump e confirma que música é sobre o ex-presidente
Pearl Jam se arrisca no ótimo álbum “Dark Matter”; ouça
Eddie Vedder compara fãs de Taylor Swift com punks dos anos 1970

“Posso apenas dizer que na semana passada quase pareceu uma experiência de quase morte. Foi muito desconfortável, e ficou assustador… Parecia que talvez você não conseguisse respirar, e talvez não conseguisse passar a noite, e talvez tivesse que ir para o hospital…” Vedder disse, parecendo imóvel, um pouco rouco e sem fôlego, noticiou a Alternative Nation.

Ele continuou:

“E alguns de nós tivemos isso, e você percebe o quão preciosa esta vida é, quão sortudos somos por viver em um planeta onde podemos sair por aí e tocar para pessoas incríveis como as pessoas nesta sala aqui, essa noite. Então, foi uma experiência comovente. Não esquecerei isso tão cedo e não esqueceremos esta noite tão cedo.”

Danny Clinch via Pearl Jam no IG

Sucesso de “Dark Matter”

O lançamento do álbum “Dark Matter” tem rendido bons frutos para o Pearl Jam, além da turnê com quase todos os shows esgotados. O registro tem conquistado feitos importantes, já que, de acordo com a Billboard, o grupo alcançou dois primeiros lugares consecutivos na parada Mainstream Rock Airplay da revista pela primeira vez na história.

O décimo segundo álbum traz novidades na sonoridade da banda, mas sem perder a essência que construiu por anos, em suas diversas fases. Toda as canções são assinadas pela banda e pelo produtor Andrew Watt, a não ser por “Something Special”, que tem também Josh Klinghoffer nos créditos.