Divulgação/Ecad
in

Festas Juninas: Ecad distribui R$ 921 mil à artistas e compositores durante a pandemia

Divulgação/Ecad

O Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) divulgou os resultados das festas juninas este ano que foram diferentes de todos os anos anteriores. Com a pandemia do coronavírus, alguns dos tradicionais festejos desta época foram cancelados e adiados, enquanto outros contaram com uma versão online, com lives em diversos estados do país.

Diante dessas mudanças impostas pelo atual momento sanitário mundial, o Ecad distribuiu R$ 921 mil a artistas e compositores de todo o Brasil, além das associações de música. Em comparação ao mesmo período do ano passado, os números mostram uma queda de 83% nos rendimentos em direitos autorais destinados à classe artística, representando o forte impacto da Covid-19 no segmento.

Ao todo, foram contemplados 7.601 compositores, músicos, intérpretes, editoras e gravadoras, que tiveram suas canções tocadas nos eventos juninos deste ano. Em 2019, o Ecad distribuiu R$ 5,5 milhões a 9.883 compositores e demais artistas pelas músicas tocadas nas festas juninas.

A música mais tocada em 2020 foi “Festa na roça”, de autoria de Palmeira e Mário Zan. Essa canção, inclusive, lidera o ranking do segmento de Festa Junina desde 2010. Este ano, também se destacaram as músicas “Olha pro céu”, de autoria de Gonzagão e José Fernandes de Carvalho, e “Pagode russo”, de João Silva e Gonzagão.

Ranking das músicas mais tocadas nas Festas Juninas no Brasil em 2020:

 width=

Foto: Ranking músicas mais tocadas nas festas juninas em 2020. Créditos: Ecad

Escrito por Redação POPLine

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Luan e Vitão se unem para lançar trap juntos

Novos Nomes: DONATTO quer mostrar as infinitas possibilidades de sua música