Foto: Reprodução/Twitter
in ,

É o Amor: Wanessa e Zezé di Camargo estrelam série da Netflix

Pai e filha conversarão sobre laços familiares e música na nova série

A relação entre pai e filha é o mote da série documental É o Amor. Protagonizada por Zezé di Camargo e Wanessa, os capítulos serão gravados na fazenda da família, em Goiás. Com amigos e artistas brasileiros, os dois conversam sobre laços familiares e música, enquanto abrem os bastidores de uma relação familiar festejada por todo o Brasil.

Foto: Rafael Cusato/Revista Veja

Wanessa está ansiosa para mostrar aos fãs sua vida ao lado do pai. “Compartilhar a nossa família em uma plataforma como a Netflix é lisonjeador. Eu espero que as pessoas se divirtam, se emocionem e fiquem junto com a gente! Vai ser uma experiência incrível e eu estou contando os dias para que vocês possam ver tudo”, comenta.

Já Zezé Di Camargo conta que, quando o genro Marcus Buaiz lhe falou do projeto, passou um filme por sua cabeça: “Ter a nossa história contada sob outra ótica, buscar a origem a partir de mim, da minha história, e com a Wanessa junto será algo tão incrível! Temos muito o que contar, cantar, juntar, falar, criar com este time da Netflix e da Ventre Studio que já está com a gente há alguns meses.”

Embora a série ainda não tenha data marcada de estreia, a novidade chega em um momento especial para a música sertaneja, onde Zezé é um dos maiores expoentes. De acordo com um levantamento inédito do Ecad, o sertanejo é o gênero musical mais tocado em todos os estados do Brasil, com exceção do Rio de Janeiro.

Na Cidade Maravilhosa, o gênero musical número 1 é o pop, seguido da MPB e do sertanejo, que aparece em 3º lugar. O pop e o forró se revezaram como segundo ritmo mais escutado na maioria dos estados brasileiros. Em Pernambuco e no Pará, a MPB ficou com a segunda posição.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Daiv Santos

Creative Commons Brasil lança cartilha inédita sobre licenciamento de obras

Sarah desabafa sobre Fiuk: "me sinto oprimida perto dele"

Sarah desabafa sobre Fiuk: “me sinto oprimida perto dele”