Deezer emite posicionamento global sobre novas formas de pagamento aos artistas
Foto: Deezer UCPS/Divulgação
in

‘É justo para todos’, diz Deezer ao defender pagamento user-centric

Deezer ressalta a importância do UCPS iniciativa que promete um pagamento mais justo aos artistas

Após ter emitido um comunicado global no início de março no qual celebrou o apoio do SoundCloud ao modelo de pagamento de streaming user-centric (centrado no usuário), a Deezer posicionou-se novamente hoje (19) sobre o sistema que configura uma revolução na indústria musical atualmente baseada no modelo pro-rata, que reúne todas as receitas geradas pelos usuários e esse valor é distribuído com base no número de streams.

“Sabemos que atualmente o streaming precisa apresentar mais transparência e justiça, e que beneficia os maiores artistas. Um modelo de pagamento centrado no usuário não resolve todos esses problemas magicamente, mas conecta artistas a seus fãs, uma vez que trata todos os artistas igualmente. Além disso, garante que você, como fã, apoie diretamente os artistas que ama. Dizer que algo não vale a pena porque não importa o suficiente para você é o que os defensores do status quo sempre fizeram. Mas no final, a justiça sempre deve prevalecer”, afirma Alexander Holland, Diretor de Conteúdo e Estratégia da Deezer.

Continuamos apostando num sistema de pagamento centrado no usuário, simplesmente porque é a coisa certa a se fazer, é justo para todos os envolvidos. E continuamos pedindo às gravadoras que trabalhem conosco para lançarmos um piloto UCPS para que possamos provar isso”, diz o executivo.

Em 2019, a Deezerlançou uma campanha online para ajudar os fãs a entender como um sistema de pagamento centrado na preferência do usuário (“usercentric payment system”, em inglês, ou UCPS) tornaria a indústria de música mais justa para artistas ao redor do globo, não importa em que estágio da carreira se encontram.

Spotify lança guia detalhado sobre seu modelo de pagamento

A forma com que o Spotify faz o pagamento dos direitos autorais ainda é muito complexo para diversos artistas. O cálculo é feito com base inúmeros fatores que se somam de maneira diferente para cada artista. Ontem (18), a empresa deu um passo bem-vindo para desmistificar esse processo, revelando “Loud and Clear” (em português seria “Alto e Claro”): uma explicação direta de como funciona seu sistema de pagamento e os fatores relacionados.

A empresa revelou que a plataforma “visa aumentar a transparência, compartilhando novos dados sobre a economia global de streaming e quebrando o sistema de royalties, os players e o processo”.

Saiba todos os detalhes acessando aqui.

Escrito por Láisa Naiane

K-POP

K-POP: Integrantes do EXO e NCT podem se juntar em parceria

Perlla é desmascarada após mentir sobre notificação por roupa inapropriada