DRIP Urban Music festival reúne cena musical urbana em BH
Sidoka, Matuê e Tasha & Traice são algumas das atrações do pré-festival DRIP Urban Music. Foto: Coniin/Louis Brum/@stefflima
in

DRIP Urban Music: festival reúne cena musical urbana em BH

Nomes como Matuê, Sidoka e Fenda com Tasha e Tracie são atrações confirmadas; pré-festival acontece dia 8 de dezembro no Mineirão

DRIP Urban Music: festival reúne cena musical urbana em Belo Horizonte. A iniciativa inédita destaca a mistura de ritmos e a aposta em gêneros já consolidados, como o Rap e o Funk, mas também vertentes como o Trap, nas quais novos talentos movimentam a pluralidade da música popular brasileira.

Através desses desdobramentos surge a proposta do DRIP Urban Music, que apresenta, pela primeira vez, um evento inédito em Belo Horizonte, no Estádio do Mineirão, no dia 8 de dezembro, com 12 atrações entre artistas e DJs, como Matuê – que subiu nos palcos da cidade pela última vez em 2019, Fenda com Tasha e Tracie, Sidoka e MC Anjim e mais de 10 horas de música. Os ingressos já estão disponíveis, acessando aqui.

Sobre a escolha do line-up, Carol de Amar, idealizadora e curadora artística do DRIP, comenta:

“Ele está sendo pensado desde o início da pandemia, apesar de ter muito do que escuto, acompanho e acredito, por exemplo, tem muito também da contribuição do “conselho” que formamos nesse projeto, que vai do meu irmão mais novo até Djs que estão a mil na pista atualmente! O line também tem artistas gigantes como Matuê e Sidoka. Mas posso garantir que o melhor ainda está por vir no ano que vem, quando realizaremos o DRIP Festival!”

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por DRIP | Urban Music (@dripuai)

O evento que acontece no Mineirão como um pré-festival este ano, antecede o festival que já está programado para 16 de abril do próximo ano, também no estádio, e fortalece o conceito de line-up concentrado no mercado da música urbana.

O potencial de eventos desse segmento é infinito, é o que a grande maioria dos jovens brasileiros vivem e escutam. A profissionalização de eventos para esse segmento é indispensável, pois estamos falando de jovens artistas, clientes e iniciativas que movimentam e influenciam milhares de pessoas. Como todos os outros segmentos, este precisa ser valorizado e bem cuidado, pois se trata da voz e o futuro de uma geração”, pontua Carol de Amar.

Carol de Amar, Idealizadora e Curadora Artística do DRIP Urban Music.
Carol de Amar, Idealizadora e Curadora Artística do DRIP Urban Music. Foto: Felipe Vianna/Divulgação

Para Bell Magalhães, Diretora Executiva do DRIP, a estreia do festival também é um momento de celebração pela retomada dos shows, após o período de isolamento social ocasionado pela pandemia.

“Retomar as atividades, ver as pessoas se encontrando e voltar a fazer o que sabemos é muito especial e emocionante, estamos há quase 2 anos esperando por isso”, diz Bell.

Carol relembra a importância da música urbana na sua trajetória e a satisfação de idealizar um evento pioneiro desse porte em Belo Horizonte.

“Uma satisfação gigante! Não só pela – tão aguardada – retomada dos eventos em si, mas também pela oportunidade de resgatar as nossas raízes, comecei minha carreira no Funk, depois aproximei do Rap e hoje, tudo que existe através dA Macaco foi esse movimento que possibilitou, agora, em um outro contexto e momento do mercado, é muito gratificante pra gente poder dar continuidade a uma sementinha que plantamos lá atrás e trazer toda a experiência na realização de grandes eventos e Festivais que adquirimos de lá pra cá para esse segmento e público”, completa Carol de Amar.

O evento é realizado pela A Macaco, produtora responsável pelo Festival Sarará, Jângalove e Mamão com Açúcar. Com a retomada dos shows com público, é importante pontuar que será permitida a entrada apenas com laudo de teste PCR negativo (até 72h antes do evento) ou cartão de vacinação com as duas doses (ou dose única) completas.

DRIP – Urban Music – Pré-Festival

Data: 08/12 (quarta-feira)

Local: Mineirão

Endereço: Av. Antônio Abrahão Caram, 1001 – São José, Belo Horizonte – MG, CEP: 31275-000

Horário: das 12h às 00h.

Ingressos: acesse aqui

Classificação etária: 16 anos.

 

Escrito por Láisa Naiane

Lady Gaga: "não é correto dizer que eu precisava me provar como atriz"

Lady Gaga: “não é correto dizer que eu precisava me provar como atriz”

Trecho: Renegado e Rebecca celebram a negritude na parceria "Pele Preta"

Trecho: Renegado e Rebecca celebram a negritude em “Pele Preta”