Foto: Getty Images (Uso autorizado ao POPline)
in ,

Documentário mostra que NFL tentou intervir em performance de Jennifer Lopez no Super Bowl

O novo documentário sobre a carreira de J.Lo estreou na Netflix nesta terça-feira (14). Em Jennifer Lopez: Halftime a cantora relembra momentos de sua trajetória tendo como plano de fundo sua apresentação no “Super Bowl LIV Halftime Show” em 2020 – quando dividiu o palco com Shakira.

Foto: Getty Images (Uso autorizado ao POPline)

LEIA MAIS:

Em um trecho do filme, dirigido por Amanda Micheli, a artista de origem porto-riquenha diz que sua equipe recebeu um pedido da NLF para que eles retirassem as gaiolas da performance. Os objetos apareceram no último trecho do show, quando crianças latinas tomam o palco, representando a repressão ao povo latino nos Estados Unidos. “O conceito é que as próximas gerações não vão ser oprimidas do jeito que nós fomos“, explicou Lopez no doc.

A voz de “On My Way” relatou que um dia antes do Super Bowl recebeu uma ligação de seu empresário dizendo que a NFL gostaria de retirar as gaiolas do show. “A NLF tinha uma grande preocupação em não fazer declarações políticas sobre imigração”.

Tirar as gaiolas e sacrificar o que eu acredito seria como se eu não estivesse lá”, disse J.Lo.

Jennifer Lopez lamenta pouco tempo de show ao dividir Super Bowl com Shakira

Não que Jeniffer Lopez tenha algo contra Shakira. Embora as duas divas tenham apresentado um showzão e mostrado muita sintonia no Hard Rock Stadium, em Miami, a voz de “On The Floor” se decepcionou com o pouco tempo que teria para apresentar seus hits no evento.

Em um novo trecho do “Halftime”, documentário de JLo exibido no Tribeca Film Festival, na noite de quarta-feira (8), com estreia agendada na Netflix, em 14 de junho, ela desabafa sua frustração. “Esta é a pior ideia do mundo ter duas pessoas no Super Bowl. Foi a pior ideia do mundo”, diz Lopez, que é vista lutando com a NFL por mais tempo para fazer justiça ao seu setlist.

Shakira e Jennifer Lopez
Foto: Divulgação

Enquanto Lopez diz por que ela teve que dividir seu tempo de palco com Shakira, seu empresário de longa data, Benny Medina, não mede palavras ao desabafar sobre o evento precisar de duas cantoras, de carreiras extensas e brilhantes, para apresentar o show. “Foi um insulto pensar que você precisava de duas latinas para fazer o trabalho que um artista historicamente fez”, diz ele.

“Normalmente, você tem uma atração principal em um Super Bowl. Esse headliner constrói um show e, se eles escolherem ter outros convidados, a escolha é deles”.

 

Escrito por Douglas Françoza

Juliette faz nova tour pela sua mansão e mostra detalhes da decoração

Exclusivo: Thiago Pantaleão assina com a Som Livre e promete lançamento para julho