Fotos: Divulgação
in

Dia do Fã: Iza, Ludmilla, Vitor Kley, Luísa Sonza e outros revelam seus ídolos

Para celebrar o Dia do Fã, comemorado nesta quarta-feira (18), o POPline.Biz é Mundo da Música perguntou para mais de 30 artistas brasileiros que já estão acostumados a estarem na posição de “ídolo” e arrastar uma multidão de fãs: “Você é fã de quem?”.

Nomes como Ludmilla, Luísa Sonza, Gloria Groove, Claudia Leitte, Vitão, Vitor Kley, Rogério Flausino, Dennis DJ, Roberta Campos, IZA e muitos outros contaram quem são os artistas que os inspiram e que carregam de forma afetiva nas suas histórias.

Entre os artistas da música mais citados estão Djavan, a diva Beyoncé, o rei do pop Michael Jackson, Bruno Mars e Justin Bieber. Mas também surgiram nomes como Hebe Camargo, H.E.R, Harry Styles, Paul McCartney, Travis Barker (Blink 182), Cazuza, Milton Nascimento, Gal Costa e muitos outros!

Quer saber quem é fã de quem? Confira abaixo:

IZA é fã de H.E.R

“Eu sou muito, muito fã, da Beyoncé e Rihanna, e eu acho que todo mundo nesse cosmo é, então nem acho que vale essa resposta! (risos) Sou fã da H.E.R, eu acho ela uma mulher incrível, uma artista completíssima. Sou apaixonada pelo timbre da voz dela e pela sonoridade das músicas. Acho que se eu conhecesse a H.E.R eu iria desmaiar!”.

Ludmilla é fã da Beyoncé

“Não é segredo para ninguém que sou fã demais da Beyoncé e essa admiração vem da adolescência, tanto que adotei como meu nome artístico no início da carreira. Também sou fã demais da Rihanna. Elas são mulheres incríveis e empoderadas, cresci demais artisticamente me inspirando nelas e tendo elas como principais referências. Elas são demais como artistas e como pessoas”

Foto: Kevin Winter/Getty Images

Gloria Groove também é fã da Beyoncé

“Sou fã incondicional da Beyoncé pro resto da vida. Comecei a gostar dela ainda criança, lá em 2005, e o amor só tem crescido desde então. Vejo o cuidado, a excelência e a genialidade em absolutamente tudo que ela se propõe a realizar enquanto artista. Além de ter uma habilidade infinita de auto-reinvenção, ela me ensina sempre que o brilho não está somente no poder, mas principalmente na vulnerabilidade. Sempre estou pronto e ansioso pro que ela vai apresentar em seguida”.

Valesca é fã da Beyoncé

“Quando eu estava na Gaiola sonhava em fazer até as roupas iguais, se tem uma artista que eu sou tiete é a Beyoncé”.

Malía é do time de fãs da Beyoncé

“Não é por nada que a Beyoncé é a referência mor de várias pessoas na indústria. O nível de excelência que ela coloca nos seus trabalhos é sempre fora da linha do comum, o que deixa tudo extremamente interessante e incrível de acompanhar. Acompanhar todos os passos dela até chegar ao nível que é hoje só prova a máxima de que tudo na vida é construído aos poucos”.

Giulia Be é fã do Paul McCartney

“Ele é um dos meus maiores ídolos. Sempre fui muito fascinada pelo processo de composição e acredito que a discografia dos Beatles conseguiu se consagrar como uma das mais icônicas, por conta da maestria com que McCartney escrevia. As músicas são obras de arte e hinos que atravessaram gerações e prevaleceram em diversos contextos culturais”.

Di Ferrero é fã do Travis Barker, do Blink 182

“Sou muito fã do Travis não só pela personalidade dele na bateria, mas pelo jeito que ele leva a carreira, ele consegue ser ele mesmo em todos os estilos Rock, Pop , Pop Punk, Hip Hop, enfim. Além de contribuir para uma cena com artistas que ele ajuda a alavancar como Machine Gun Kelly e MOD Sun”.

Rogério Flausino, do Jota Quest, é fã do Cazuza

“Quando eu era moleque, em 1985, houve uma explosão do rock brasileiro, muitas bandas diferentes, de uma geração inteira que viria a mudar a cabeça de um monte de gente. Isso explodiu tanto que era a música do momento, e quem era jovem naquela época pode ter contato com grandes bandas e poetas daquela geração. Tinha Legião Urbana, Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho, Lulu Santos, Titãs, Lobão, Engenheiros do Havaii, IRA… fico muito emocionado quando falo isso porque, eu to aqui hoje, tenho banda e o Jota está fazendo 25 anos, por causa desses caras. Então, para mim, é muito difícil escolher um deles. Mas, vou falar um pouco do Cazuza.

Quando ele morreu eu tinha 18 anos, e meu irmão, o Sideral, tinha 15, e a gente já tocava há alguns anos. Então para a gente entender a partida do Cazuza, foi uma coisa muito dolorosa porque éramos muito meninos e não tinha muita noção do que estava acontecendo. O que era a AIDS? Por que aquela doença estava tirando ele da gente tão cedo? E o Cazuza naquele momento era um herói.

Tudo foi muito rápido, uma carreira fulminante, um poeta incrível, com letras muito incisivas, mas de uma maneira extremamente poética e versos muito certeiros. Em pouco tempo ele conseguiu se transformar em um cara muito importante para minha geração. Eu gosto tanto do Cazuza que há 5 anos tenho um projeto que chama “Flausino e Sideral cantam Cazuza”, para homenagear a vida e obra desse cara tão bacana, que não tive a oportunidade de conhecer pessoalmente, mas bebo da sua música”.

Claudia Leitte é fã da Hebe

“Hebe Camargo, com certeza. Eu me emociono toda vez que falo ou lembro dela, porque além de ser uma artista incrível, que marcou o Brasil, ela também era minha amiga pessoal. Ela sempre me deu muita força para continuar fazendo meu trabalho, batalhando e crescendo. Desde a primeira vez que eu fui no programa dela, com o Babado Novo ela me tratou com carinho, de maneira especial. Os anos foram passando e esse amor que a gente sentia uma pela outra só cresceu. Sabe aquela amiga que olha no seu olho e fala: “Eu confio em você”? Ela era assim. Então, não tem como não ser fã de uma mulher incrível como ela”.

Hebe e Claudia Leitte | Foto: Reprodução/Twitter

Luísa Sonza é fã da Britney Spears

“Pois ela entregou muita coisa pro pop e tem me influenciado muito o novo álbum dela”.

Dennis Dj é fã do Michael Jackson, Justin Bieber, JLO e David Guetta

“Sou muito fã do Michael, tenho memória afetiva da minha mãe ouvindo o “Thriller”, que foi a primeira vez que eu ouvi ele. Lembro que ficava lá imitando e que depois comecei a acompanhar, de ir a fundo no trabalho, desde os The Jackson 5. Sempre fui fanático nele, tenho bonecos, vinis, cds, streamings, camisas, sou fã-fã mesmo, number 1. Mas sou fã também da nova geração, como o Justin Bieber. Sou fã do trabalho dele, acho um cantor incrível, um artista muito completo.

Sou mega fã também da Jennifer Lopez, como cantora e como atriz. Comecei a acompanhar ela em 2001-2002, quando tocava JLo para tudo quanto é lado. De uns tempos para cá tenho admirado ela como atriz. DJs tem o David Guetta que me inspirou muito no meu trabalho, um cara que popularizou a profissão DJ no mundo. São essas pessoas que eu idolatro”.

Michael Jackson é o ídolo de Dennis Dj e Vitão | Fotos: Getty Images e Divulgação

Vitão também é fã do Michael Jackson

“Ele me inspira na forma de se reinventar sempre, de se desconstruir e construir um novo Michael Jackson. Pela forma de ser eclético e conseguir caminhar por todos os estilos musicais possíveis, desde o Olodum ao hip hop, R&B… para enfim construir o artista pop que ele era, o maior de todos!”.

Vitor Kley é fã do Bruno Mars

“Sou muito fã desse cara! Para mim ele viaja pelo tempo, ele começou lá nas primeiras músicas com uma pegada mais pop e foi se mostrando ainda mais e mais incrível. Ele traz coisas vintage para o presente e para o futuro, e se reinventa a cada disco. Tive oportunidade de ir no show, ele canta demais! Não desafina uma nota o show inteiro, dançando para caramba, tudo em perfeita sincronia. Ele é um músico mesmo! É um cara que eu olho daqui de baixo e vejo ele lá em cima, e falo: “nossa, preciso estudar, preciso evoluir, para tentar chegar perto desse cara!”. Amo o timbre de voz dele!”.

MC Zaac é fã também é fã do Bruno Mars

“Curto muito o trabalho do Bruno Mars. Ele é um artista completo, ele canta, toca, dança, produz, dirige seus próprios clipes. Tem como não ser influenciado por um artista desse?”

Silva é fã de João Donato

“Porque ele é um dos artistas mais originais que eu já conheci”.

Roberta Campos é fã de Djavan

“Sou muito fã do Djavan porque ele é genial! Gosto do jeito que ele compõe, a forma de escrever e construir as canções. A voz peculiar e essa mistura meio jazz, com um swing que só ele sabe fazer. Só Djavan toca suas músicas com essa personalidade, vivo tirando suas canções no violão e sempre descubro um novo mundo. Admiro também a forma que ele conduz sua carreira, a música sempre se mostra primeiro. Acho elegante, grandioso e me identifico muito com ele. Antes de ser uma musicista que gosta de Djavan, eu sou uma fã que se emociona muito com a obra dele. Sou daquelas fãs que choram no show e ouvindo as canções no fone de ouvido. Ele é trilha sonora de muitos momentos da minha vida”.

Roberta Campos e Rodrigo, da Melim, são fãs de Djavan | Fotos: Divulgação

Rodrigo, da Melim, também é fã de Djavan

“Somos muito fãs do trabalho de alguns artistas brasileiros, um que sempre citamos é o Djavan, que consegue ter melodias versáteis, diversos segmentos musicais no mesmo artista como jazz, mpb, bossa nova, blues, soul, samba, entre outros. Ele é abrangente nas letras, consegue trazer simplicidade na mensagem e ao mesmo tempo sofisticação, como, por exemplo, nas canções “Oceano”, “Sina”, “Se” e “Azul”. Além de ser um amante da música, compositor das obras que canta, também é produtor, nos inspira muito em todos os sentidos e também inspira grande parte dos artistas brasileiros”.

Diogo, da Melim, é fã de Ed Sheeran

“Acho ele muito completo, é muito bom compositor e cantor. Gosto do estilo que ele faz, porque ele consegue fazer um pop que ao mesmo tempo é muito fácil de aprender e de cantar, tem uma beleza melódica muito grande e tem a presença dos instrumentos, o som dele é muito orgânico. Ele é uma grande influência para mim e para as composições da Melim, de fazer um pop sem perder o timbre dos instrumentos e essa essência que remete uma coisa natural para gente. Além de ser um artista muito versátil, ele tem músicas românticas, músicas mais animadas e festivas, tem todos os tipos de sonoridades”.

PK é fã do Chorão e do Red Hot Chili Peppers

“Sou muito influenciado por diversos artistas, uma das principais bandas gringas que eu escuto muito é Red Hot, admiro o som dos caras. Chorão sempre foi e ainda é uma grande inspiração para mim. Ele era um cara brabo demais. As letras dele trouxeram uma discussão social quando isso ainda nem era visto, é algo de grande admiração para todos dentro e fora da indústria da música brasileira. Eu uso um pouco de tudo que escuto hoje para fazer meu som único”.

Paula Mattos é fã da Pink

“Eu sou admiradora de vários artistas, mas tem uma que eu sou muito fã que é a cantora Pink. Não só pela voz maravilhosa que ela tem, mas ela me inspira cada dia mais com a performance que ela tem no palco, pela carreira extraordinária que ela tem, por toda vivência e superação, eu acho ela maravilhosa”.

Juliana Linhares é fã da Gal Costa

“Tenho uma admiração muito grande pela Gal. A voz dela vai num lugar que me causa o melhor espanto. Pensar na pluralidade do seu repertório foi uma super referência pro meu álbum “Nordeste Ficção”. Tô sempre em busca de ser uma voz que abre espaços e a Gal pra mim é isso. Ouvir a versão de “Meu nome é Gal” sempre dá vontade de cantar e ir além com ela naquele jogo com a guitarra. Quando adolescente eu tentava imitar a Gal, risos. Me sinto muito inspirada em vê-la cantar no auge de seus 75 anos. Eu gostaria de viver assim”.

Diego & Victor Hugo são fãs do Jorge & Mateus

“Somos fãs do Jorge e Mateus, uma dupla que sempre nos inspirou desde o início da carreira, tanto como cantores, como compositores. Nossa linha de composição é muito espelhada neles. A gente começou a compor assistindo o sucesso deles. Até mesmo a maneira de cantar, no começo, era imitando eles. Ser fã deles somou muito na nossa carreira, no jeito de escrever música, deu confiança até para montarmos a dupla”.

Di Propósito são fãs do Sorriso Maroto

“Nossos ídolos e referências máximas, tanto na parte musical como na gestão de carreira, é o Sorriso Maroto. Isso é unânime dentro do grupo. Por tudo que eles fazem e fizeram pelo pagode. Com certeza somos muito fãs deles”, revela Xand, vocalista da banda.

Mabi é fã da IZA

“Eu sou muito fã da Iza porque, além de ser dona de uma voz incrível, ela é um grande exemplo. Suas músicas são feitas para inspirar e empoderar cada vez mais os nossos direitos como mulher.

Jovem Dex é fã do Playboi Carti

“Sou muito fã dele porque acho ele muito jovial e bonitão, muito estiloso e está sempre envolvido com a moda. A estética dele na música é muito nova, diferente, e eu curto o que é diferente, nunca fui de seguir padrões. Ele tem presença de palco, curto o jeito dele falar, como dança, como se porta, as roupas, músicas, flows, letras… a representatividade que ele traz para mim é um ‘bagulho’ que para nova geração casa certinho, igual a mão e a luva”.

MTK são fãs do Harry Styles, Mac Miller e Justin Bieber

Agatha: Sou fã do Harry Styles desde a época da One Direction. O trabalho solo dele vem me influenciando sonoramente, pela pegada das músicas que ele tem emplacado. Esse último álbum, Fine Line com certeza foi uma obra que me inspirou a escrever novas músicas e abrir minha mente pra novos arranjos e melodias.

Tasdan:  “Acompanhava Mac Miller desde muito tempo e, não apenas as músicas me chamavam muita atenção, mas toda a estética, estilo etc. Me influenciou e influencia muito como artista em um geral, não apenas musicalmente. Seu estilo de compor, rimar, flow sempre foram uma grande referência pra mim e pra minha música!”.

Meucci: “Os trabalhos do Justin Bieber sempre me inspiraram, mas os últimos lançamentos tem renovado a vibe dele e me trazido muita inspiração pra experimentar coisas novas também. Fora que eu me amarro na voz e na maneira dele de se portar nas apresentações!

Rafael Cortez é fã de Nara Leão

“Nacional Nara Leão, cantora capixaba, que sempre viveu em Copacabana, e muita gente acha que é carioca só por conta disso. Ela foi muito mais que a musa da Bossa Nova. Ela foi irmã do Tropicalismo, militante da canção de protesto, musa dos festivais, cantora das multidões quando fez “A Banda” com Chico Buarque. Ela foi a desbravadora da música regional brasileira, dando holofote para os nordestinos que estavam despontando no cenário alternativo da MPB dos anos 80. Sempre lançando tendências, garimpando sons, apresentando ídolos que hoje estão aí como: Maria Bethânia, Chico Buarque, Paulinho da Viola, Edu Lobo, Fagner. É uma tremenda artista”.

Antonia Morais é fã Julian Casablancas (vocalista da banda The Strokes e The Voidz)

“Sou muito fã porque eu amo a voz dele, o timbre é maravilhoso. Com The Strokes, eles revolucionaram o rock indie, já com The Voidz ele vai para um lugar mais alternativo, mais underground e obscuro, que é muito interessante também. Ele é um artista muito ousado e sensível!

Igor é fã do Armandinho

“Gosto dele por fazer um estilo único unindo o seu timbre de voz junto com o estilo das músicas. A energia da música é bem específica. Pego do Armandinho influências melódicas e líricas. Gosto muito de fazer músicas na vibe que ele faz”.

Juliano Alvarenga (filho Samuel Rosa), da Banda Daparte, é fã de Dinho da banda Boogarins

“Sou muito fã do Dinho do Boogarins, ele é autêntico, tem uma voz específica e faz a psicodelia acontecer ao vivo sem a menor forçação de barra com o público, simplesmente deixa o som fazer a onda das pessoas. Uma das minhas bandas favoritas hoje no Brasil”.

João Ferreira, vocalista da banda Daparte, é fã de Alex Turner

“Sou muito fã do Alex Turner do Arctic Monkeys porque, além de ser um letrista impecável, também canta muito e sempre tem uma proposta estética muito bem pensada para todos os lançamentos da banda dele. Acho ele um cara hiper criativo e que tem muito bom gosto”.

Yasmin Santos é fã da Anitta

É uma tarefa difícil dizer apenas um artista que eu sou muito fã! Acabei de assistir ao documentário da Anitta, sou fã dela! A forma com que ela gerencia a própria carreira, desde o ballet, o cenário, até a estratégia de marketing… ela é uma inspiração e tanto! O alcance que ela conseguiu, o empoderamento que trouxe, as barreiras que quebrou através da música… Ela é um sucesso! Essa garra que a Anitta tem me incentiva!

WC no Beat é fã de Pharrell Williams

“Grande produtor que me inspira a tirar a cabeça fora da caixa, dono de vários hits mundiais e com uma outra visão de fazer música com total sentimento. Me inspiro e tenho ele como ídolo na produção musical”.

As Baías contam de quem são fãs | Foto: Divulgação

As Baías são fãs de Milton Nascimento, Ivete Sangalo,Tati Quebra Barraco, Linn da Quebrada e MC Rebeca

Rafael Acerbi: “Difícil escolher um só. Mas acredito que meu maior ídolo seja Milton Nascimento. Milton me atravessa inteiramente e me conecta a minha relação com Minas Gerais. Sempre foi e ainda é um refúgio seguro escutar as músicas dele. Me inspira pela pessoa e pelo artista que é”.

Assucena Assucena: “Difícil escolher apenas uma, então vou citar algumas. Tati Quebra Barraco, Linn da Quebrada e MC Rebeca. Todas têm uma musicalidade, autenticidade no comportamento. Elas são o próprio conceito de empoderamento”.

Raquel Virginia: “Sou muito fã da Ivete Sangalo. A qualidade musical dela, carisma e a dedicação com cada projeto que ela entrega me influencia muito”.

Daya Luz também é fã da Ivete Sangalo

“Ela é uma grande referência como artista pra mim. Ela traz uma energia incrível, a alegria, simpatia e carisma com o público. E a musicalidade que ela traz em cada lançamento serve de inspiração”.

Negra Li é fã da Lauryn Hill

“Quando a conheci fiz questão de tietar e tirar foto é uma grande referência musical sem dúvida. É uma artista completa, ela canta, compõe, atua, é modelo e instrumentista. É minha grande referência musical”.

Thiagão, da Turma do Pagode, é fã do Fundo de Quintal

“Eles são, no meu entendimento, o maior grupo da história, a maior referência e escola, que toda pessoa que gosta de um bom samba tem que ter. É um grupo que tem uma representante muito grande, por toda história, por tudo que fizeram e fazem pelo samba. Sempre gostei deles desde criança e acompanhei algumas transformações, saídas e entradas de novos integrantes, mas sempre mantiveram a qualidade do Fundo de Quintal”.

Escrito por Rafa Ventura

Depois de Jennie, fãs de BLACKPINK fazem protestos por Jisoo

BBB 21: Juliette é criticada por fala bifóbica sobre Lucas Penteado