Foto: Divulgação
in ,

Grammy anuncia cerimônia de 2021 para 14 de março

Com crescimento dos casos de Covid-19 no mundo, show no final de janeiro foi adiado

A cerimônia do 63º Grammy Awards, originalmente agendada para 31 de janeiro, foi adiada devido as preocupações com a disseminação da Covid-19. Em um comunicado divulgado na noite de terça-feira, os organizadores, citando “conversas atenciosas com especialistas em saúde, nosso anfitrião e artistas agendados para aparecer”, confirmaram que vão apresentar o show de premiação no domingo, 14 de março.

Os irmãos Billie Eilish e Finneas, vencedores dos prêmios de Record of the Year, Album of the Year, Song of the Year, Best Engineered Album, Non-Classical no Grammy Awards de 2020 / Foto: Getty Images

“A deterioração da situação do COVID em Los Angeles, com os serviços hospitalares sobrecarregados, as UTIs atingindo a capacidade máxima e as novas orientações dos governos estaduais e locais, todos nos levaram a concluir que adiar nosso programa era a coisa certa a fazer,” a Recording Academy A CBS, a rede de transmissão do programa, disse em um comunicado.

“Nada é mais importante do que a saúde e segurança daqueles em nossa comunidade musical e as centenas de pessoas que trabalham incansavelmente na produção do show. Queremos agradecer a todos os artistas talentosos, a equipe, nossos fornecedores e especialmente aos indicados deste ano por sua compreensão, paciência e vontade de trabalhar conosco enquanto navegamos por esses tempos sem precedentes. ”

O Grammy já havia planejado um show limitado para 2021, abrindo mão de uma audiência presencial e permitindo apenas apresentadores e performers no local durante o show. Os artistas indicados também não teriam sido permitidos no local, provavelmente levando a uma situação semelhante ao Emmy de 2020, em que os indicados apareceram e aceitaram prêmios remotamente.

Covid-19 e o Grammy 2021

As indicações ao Grammy de 2021 são lideradas por Beyoncé, que recebeu nove indicações, enquanto Dua Lipa, Taylor Swift e Roddy Ricch seguiram atrás com seis indicações cada. Um representante de Trevor Noah, que foi escolhido como anfitrião para o evento deste ano, confirmou à Rolling Stone que continuará sendo o anfitrião.

"BLACK IS KING" da Beyoncé vai parar na plataforma pornô Xvideos
Beyoncé em “Black is King”, indicado ao Grammy 2021 (Foto: Disney+)

A decisão da Recording Academy de mudar o evento para o final do ano ocorreu um dia depois do SAG-AFTRA – o sindicato que representa os atores e outros profissionais da indústria – e o Producers ’Guild recomendaram uma “suspensão temporária da produção”.

“Os hospitais do sul da Califórnia estão enfrentando uma crise como nunca vimos antes. Os pacientes estão morrendo em ambulâncias à espera de tratamento porque as salas de emergência do hospital estão lotadas. Este não é um ambiente seguro para a produção pessoal no momento ”, disse a presidente da SAG-AFTRA, Gabrielle Carteris, na segunda-feira.

A Califórnia como um todo viu um aumento nos casos de Covid-19 após o Dia de Ação de Graças e a temporada de férias, estabelecendo um novo recorde em um único dia de 74.000 novos casos em 4 de janeiro, de acordo com o The Los Angeles Times.

No condado de Los Angeles, o sistema do hospital foi tão restrito que os pacientes da Covid-19 muitas vezes são forçados a esperar em ambulâncias por horas até que as camas do hospital sejam abertas, enquanto a Agência de Serviços Médicos de Emergência do Condado de LA instruiu as equipes de ambulância a racionar oxigênio e não transferir pacientes que praticamente não têm chance de sobreviver.

Atualmente, a Academia se tornou alvo de mais controvérsias depois que três dos cinco indicados para o Melhor Álbum Infantil recusaram suas nomeações em forma de protesto pelo fato da categoria ter apenas artistas brancos, saiba mais clicando aqui.

Escrito por Láisa Naiane

Casamento de Kanye West e Kim Kardashian chegou ao fim, diz site

Live do RBD pode quebrar recorde de show virtual mais vendido do mundo! Foto: Divulgação

RBD tem o show internacional mais pedido entre os brasileiros para 2021