in ,

Deu ruim! Justiça de SP penhora direitos autorais de Belo para quitar dívida de R$ 4,7 milhões do cantor com ex-jogador da seleção brasileira; entenda o caso

Segundo informações do site “UOL”, A Justiça de São Paulo determinou a penhora dos direitos autorais do cantor Belo para pagar uma dívida de R$ 4,7 milhões com o ex-jogador da seleção brasileira e comentarista de futebol Denilson. Atual comentarista da Band, Denilson comprou os direitos do grupo de pagode Soweto, que revelou Belo para o estrelato musical. Na ocasião Belo saiu da banda e foi processado por danos morais. “O caso do Soweto, que era lá no passado, a causa já está ganha, só estou esperando ele me pagar R$5 milhões. Justiça já me deu causa ganha, agora é com ele. É ter responsabilidade e começar a me pagar”, disse o esportista.

De acordo com a reportagem do “UOL”, Denilson venceu o processo em todas as instâncias. O Tribunal de Justiça de São Paulo também intimou a Apple a disponibilizar informações sobre os ganhos de Belo provenientes da distribuição e execução das músicas do cantor em plataformas de streaming ligadas à empresa: “Os valores que seriam destinados a tais distribuidoras, deverão ser integralmente depositados em conta judicial, nestes autos, ou, apontar a quais empresas os valores são repassados”, determinou o juiz Carlo Mazza Melfi.

À Justiça, a Apple respondeu que não é responsável pela distribuição de pagamentos ao artista, e que esses dados devem ser solicitados às empresas que representam os direitos autorais do cantor. O Tribunal, no entanto, manteve o posicionamento anterior, segundo a reportagem.

Escrito por Helena Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baco Exu do Blues rebate crítica de que faltou com respeito com Beyoncé na música “Blackstreetboys”

Dennis DJ e Lexa falam sobre nova parceria “Apimentadíssima”: “é um ‘funkão’ pras pistas”