in ,

Depois de primeiro lugar histórico na Billboard, Nicki Minaj agradece Doja Cat

Doja Cat e Nick Minaj lideram ranking da Billboard com “Say So” (Fotos: Doja Cat: Divulgação; Nicki Minaj: Papar Magazine)

Depois de conquistar um primeiro lugar histórico na parada da Billboard, Nicki Minaj usou seu Instagram para agradecer Doja Cat pela conquista. Essa é a primeira vez que a rapper americana aparece no topo da lista, apesar de já ter emplacado 109 hits no ranking ao longo de sua carreira.

“Cara Doja Cat, obrigada por confiar em mim como o seu bebê. Espero ter correspondido às suas expectativas. Você é extremamente talentosa e tão merecedora deste moment. Que horas você está mostrará seus peitos?”, brincou a cantora.

Minaj também agradeceu ao apoio dos fãs. “Não tenho como agradecer a vocês o suficiente por terem se esforçado tanto na semana passada para nos ajudar a fazer história. Eu vi tudo. Vocês nunca entederão o quanto me animam com o amor e o apoio avassaladores que demonstram”, disse a cantora.

Doja Cat também usou o Instagram para comemorar a conquista. Em um vídeo publicado na rede, ela agradeceu Nick Minaj pela parceria e falou sobre o apoio dos fãs. “Quanta gente bonita e empenhada”, declarou!

Conquista histórica

Nesta segunda-feira (11), saiu o ranking mais recente da Billboard Hot 100. Com sete artistas negros no topo das paradas, ele marcou ainda as primeiras lideranças de Doja Cat e Nicki Minaj, que conquistaram o primeiro lugar com “Say So”, remix lançado o início deste mês.

Atrás de Doja Cat e Nicki Minaj aparecem Megan Thee Stallion e Beyoncé, com a música “Savage”, que subiu do 4º para o 2º lugar no Hot 100.

Já Drake apareceu em duas posições: no 4º lugar, com “Toosie Slide” e estreou no 7º lugar no Hot 100 com “Pain 1993”, ao lado de Playboi Carti. Com isso, Drake alcança sua 38º indicação no top 10, igualando à marca de Madonna, nos 61 anos de história ranking.

Quem também marcou presença entre os cinco maiores sucessos foi Roddy Rich, com “The Box”, na quinta posição.

“Say So” cresceu quase 1000%

Lançado pela Kemosabe/RCA Records, “Say So” conquistou o primeiro lugar em vendas, com um aumento de 966%, chegando a 66 mil downloads, de acordo com a Nielsen Music/MRC Data.

O remix de Minaj foi lançado à meia-noite de 1º de maio. Um vídeo com a coreografia oficial para a música e um clipe ao vivo estreou nos dias 02 e 04 de maio, respectivamente.

A música também passou de 3º para 2º lugar no gráfico de músicas mais tocadas na rádio – um aumento de 6%, para 96,2 milhões de impressões de audiência na semana que terminou em 10 de maio.

De acordo com a análise da Billboard, o streaming e as vendas do remix de Nick Minaj de “Say So” contribuíram para a maioria dos pontos do gráfico do título na semana de rastreamento, levando a cantora a ser creditado pela primeira vez – aproximadamente 90% da música tocada na rádio anteriormente era com a versão original, quando Minaj ainda não era creditada como artista em nenhum ranking.

Veja o clipe!

Primeiro número 1 de Minaj

Enquanto Doja Cat chega ao topo Hot 100 com sua terceira entrada no ranking, o caminho de Nicki Minaj foi mais tortuoso. A cantora já emplacou 109 faixas no ranking, mas, só agora, conquistou o primeiro lugar. Segundo a Billboard, esse é o tempo mais longo que um artista do Top 100 teve que esperar pelo primeiro número 1.

Minaj apareceu pela primeira vez no Hot 100 em 20 de fevereiro de 2010, como destaque no “Knockout”, de Lil Wayne. Sua jornada de 10 anos e três meses para o primeiro número 1 é a mais longa do ranking desde semana passada, quando Kid Cudi chegou ao topo com “The Scotts”, depois de exatos 11 anos desde sua primeira aparição  na parada.

Minaj também soma sua 18ª aparição no Hot 100 entre as 10 melhores. Em 2014, ela alcançou a segunda colocação com “Anaconda”. Suas 109 participações no ranking lhe colocam como a mulher com mais faixas no Hot 100, na história do gráfico.

Escrito por Victor Arris

Ed Motta coloca à venda mais de 400 LPS por R$500 mil em site internacional!

Esposa de Justin Bieber, Hailey Baldwin lamenta comparações com Selena Gomez: “Não é fácil”