banner com link para rádio globo
(Foto: Instagram @dayanemelloreal e @negodoborel)
in ,

Dayane dá sua versão sobre polêmica com Nego do Borel em “A Fazenda”

“Por mais que todas as mulheres do mundo queiram que eu seja porta-voz de um estupro, eu não vou ser”

Dayane Mello já está fora do Brasil e na tarde desta terça-feira (21) se manifestou pela primeira vez sobre seu envolvimento na polêmica que levou à expulsão de Nego do Borel de “A Fazenda 13“. Através de suas redes sociais, a modelo compartilhou um longo texto e fez questão de afirmar: “Por mais que todas as mulheres do mundo queiram que eu seja porta-voz de um estupro, eu não vou ser“.

Concorda? Dayane Mello diz que foi a protagonista de “A Fazenda 13”

(Foto: Instagram @dayanemelloreal)

Nego do Borel foi acusado de abusar sexualmente de Dayane Mello no dia 25 de setembro, logo após uma das festas. Após pressão do público, a equipe da modelo e a polícia resolveram investigar o caso. Isso levou a emissora a retirá-lo da disputa por R$ 1,5 milhão.

Leia mais:

Quase três meses depois do ocorrido, a modelo decidiu se manifestar. Dayane escreveu um longo texto em seu Instagram Stories no qual diz ter refletido e avaliada tudo que aconteceu. Ela disse que conversou com uma psicóloga e pessoas de seu entorno e que chegou a uma conclusão:

Embora a conduta dele não tenha sido a mais prudente possível na situação, ele não cometeu abuso sexual contra mim, não me estuprou. Sei que esse assunto acende os ânimos das pessoas, por envolver algo muito sério”.

Dayane diz que entende a seriedade do caso, mas não acha justo que Nego do Borel seja incriminado por algo que ele não cometeu.

“Sei também que milhares de mulheres sofrem abuso sexual anualmente no Brasil, e sei também que tudo sempre deve ser feito para evitar que esta triste realidade permaneça, e até por isso não poderia deixar de falar sobre a conclusão à qual cheguei, visto que não seria justo que a conduta dele, por mais imprudente que tenha sido, seja vista como criminosa“.

Confira na íntegra o restante do texto:

Sendo assim, peço a todos que possamos deixar de uma vez por todas a discussão sobre esse aspecto do que aconteceu naquela noite de lado, muito embora nunca possamos deixar de lado tudo o que foi dito naquele contexto sobre a importância da sociedade criar cada vez mais mecanismos para evitar que mulheres passem por situações de abuso e também sobre a importância de ouvir a mulher com atenção em situações em que há controvérsia sobre o que houve.

Precisamos que o ponto de vista e os sentimentos das mulheres nunca sejam desacreditados e sempre possam ser tratados com acolhimento e respeito. Nesse sentido sou muito grata à equipe da Record pelo zelo com o qual tratou a situação, ouvindo meu lado e buscando me proteger! Precisamos desta atitude sempre em todos os casos parecidos. Seguirei sempre junto a todas as mulheres que forem vítimas na busca incessante por soluções para que situações de violência e abuso sejam tratadas com toda a seriedade necessária! Agradeço muito a vocês por todo o apoio e carinho!“.

Dayane também apareceu em vídeo para dizer que “não aconteceu nada” e que “por mais que todas as mulheres do mundo queiram que eu seja porta-voz de um estupro, eu não vou ser”.

“Não vou fazer uma pessoa passar por um estuprador porque ele não me estuprou, que isso fique muito claro. Não sou capaz de levar essa responsabilidade sabendo do que aconteceu naquela noite“.

Assista:

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Swiftie: Gabriel Boric, novo presidente do Chile, prova que é fã de Taylor Swift

Marvel busca melhor papel para Keanu Reeves

Marvel busca melhor papel para Keanu Reeves