Fernanda Abreu no WME Conference Unreal / Foto: Foto - Mariana Smania / Casa Lab
in

Conheça o WME: conferência para mulheres da indústria musical

Plataforma HERvolution, do KondZilla, foi destaque no evento, que teve Fernanda Abreu como madrinha.

O WME Conference Unreal é um evento que reúne grandes nomes femininos do mundo da música e promove palestras e oficinas relevantes para o cenário. Este ano, em sua 5ª edição, o convite de madrinha foi para a multiartista e carioca da gema Fernanda Abreu, que dividiu espaço com outras mulheres fortes que também marcaram presença.

Aos poucos, as mulheres estão conquistando maior visibilidade e espaço na indústria musical, principalmente nos bastidores, que ainda é predominado por homens. Pensando nisso, o evento surgiu como um incentivo feminino para o mundo da música, em um local de trocas, aprendizado e imersão no assunto.

WME Conference Unreal

No último fim de semana do mês de junho, o WME Conference Unreal celebrou sua 5ª edição. Idealizado por Monique Dardenne e Claudia Assef, a conferência propõe uma imersão de 3 dias no universo musical voltada para mulheres. Este ano, com Fernanda Abreu como madrinha e no formato online, o evento reuniu mais de 130 nomes femininos e alcançou um total de 10 países, incluindo Brasil, EUA, França, Portugal, entre outros.

Diretamente da Casa Natura Musical, em São Paulo, o tema central foi o metaverso, trazendo discussões acerca da nova dimensão que mistura o real com tecnologias de realidade aumentada. A plataforma do evento contou com mais de 5 mil visualizações em cada sala de painéis. Além disso, também rolaram oficinas e masterclasses.

Fernanda Abreu no WME Conference Unreal / Foto: Foto – Mariana Smania / Casa Lab

No primeiro dia, a discussão foi sobre empreendedorismo: “Artistas empreendedoras: a pandemia desafiou artistas a lançarem projetos para além dos palcos”. Para o painel, mediado por Preta Gil, as convidadas foram Pitty, Paula Lima e Raquel Virgínia, integrante d’As Baías. A plataforma HERvolution, do Kondzilla, também foi destaque ao debater a evolução feminina no funk. Para finalizar, teve show da rapper Katú Mirim e da banda Tuyo.

Katú Mirim / Foto: Mariana Smania / Casa Lab

O destaque do segundo dia foi o bate-papo com Fernanda Abreu, que falou sobre o início de sua carreira e a importância dos artistas se posicionarem politicamente. Em outros painéis, Duda Beat foi entrevistada sobre seu novo álbum, “Te Amo Lá Fora“. Os shows ficaram por conta de Jadsa e Ana Cañas.

O último dia de evento contou com um show de encerramento da DJ Tamy Reis e, em seguida, Fernanda Abreu, que assumiu o microfone com sua banda para celebrar seus 31 anos de carreira e retorno aos palcos depois de quase 1 ano e meio sem se apresentar.

Show de Fernanda Abreu no WME / Mariana Smania/ Casa Lab

HERvolution

O programa HERvolution, produzido pelo Kondzilla, esteve no WME Conference Unreal para debater sobre a evolução das mulheres no funk brasileiro. As criadoras do evento, Monique Dardenne e Claudia Assef, foram convidadas em um dos episódios para falar sobre a criação da conferência e todas as dificuldades do processo.

A proposta do HERvolution, que vai ao ar toda terça-feira às 23h30 na RedeTV!, é alavancar e engajar a carreira de jovens mulheres do funk, rap e trap nas favelas. Apresentado com descontração e bom humor pela cantora e compositora Mila, a edição é delas, feita por elas e para todxs, como se fosse uma confraria de amigas que se reúnem para bater papo numa conversa íntima e divertida.

Escrito por Nicole Lopes

Eita! Zezé Di Camargo ironiza Rodrigo Faro em polêmica com SBT

Como funcionam os direitos autorais para cifras e letras?

Como funcionam os direitos autorais para cifras e letras?