(Foto: Facebook Laylah Arruda)
in ,

Conheça Laylah Arruda, destaque do reggae feminino no Brasil

Cantora e compositora é presença confirmada no programa “HERvolution”, do Kondzilla, nesta terça (22)

Representante do reggae feminino no Brasil, Laylah Arruda é uma das convidadas do programa “HERvolution” desta terça-feira (22). Cantora e compositora, ela se destaca entre as artistas do gênero musical, levando consigo trabalhos notáveis e de grande importância para representatividade das mulheres.

(Foto: Facebook Laylah Arruda)

Laylah iniciou seu caminho pela música ainda jovem, com 12 anos de idade. Ela cantava em um coral e se aventurou em gravações no rap até se entregar ao reggae. Já são mais de dez anos de estrada, com passagem marcante pelo Sound System Quilombo Hi-Fi — foi uma das fundadoras — e até marco histórico: ela se tornou a primeira cantora do gênero do país a ter uma música prensada em vinil, com a canção “Olhem para África“, no formato compacto 7.

Já cantou ao lado de grandes nomes, como os jamaicanos Earl Sixteen, Eek a Mouse e Sister Nancy, além de ter se apresentado com as bandas Mantra, Qg Imperial e Ba-Boom.

Em 2016 lançou seu primeiro álbum “Amalgama“, com 12 faixas. No mesmo ano, fundou o Feminine Hi Fi, primeiro selo brasileiro dedicado às mulheres do reggae, ao lado de Renata Aguiar (que atende pelo codinome de Rude Sistah), Andrea Soriano (conhecida também como Lovesteady) e Daniella Pimenta (a Dani I-Pisces).

O projeto foca na presença massiva feminina nas seleções propostas no cenário reggae que conta com a maioria masculina, e no qual as mulheres vêm há anos trabalhando para abrir seu espaço. O primeiro material lançado foi a música “Loba Leoa (Rugido Ecoa)” da própria Laylah, que canta sobre sua trajetória.

Não minimiza a força de uma menina feminina, primeira mão que acaricia / Não me diga, eu sei / Só eu sei por onde andei / O quanto de padrão quebrei / Não entende, sai por onde entrei”, diz os versos da música.

Vale o destaque também para as habilidades de Laylah como professora. Em março deste ano ela criou o “Ecoa Vocal“, uma página no Instagram para oferecer aulas de canto, preparação e direção vocal para gravação, e até orientação para rap.

HERvolution

Em sua participação no “HERvolution”, que vai ao ar toda terça-feira às 23h30 no canal RedeTV!, Laylah estará no quadro “Estudio Her” para cantar a música “Heartbeat” em parceria com a cantora Regiane Cordeiro.

O programa é idealizado por KondZilla, que promete alavancar e engajar a carreira de jovens mulheres do funk, do rap e do trap nas favelas. Apresentado com descontração e bom humor pela cantora e compositora Mila, o programa é delas, feito por elas e para todxs, como se fosse uma confraria de amigas que se reúnem para bater papo numa conversa íntima e divertida.

Além da participação de Laylah, o “HERvolution” também contará com um especial LGBTQIA+, com um top 5 de artistas que contribuem para comunidade. Já no quadro “Com que roupa eu vou”, a diretora da marca Kayla Plus Size fala sobre como sua mãe influenciou na marca que ela toca. E, em uma dinâmica com Mila e Isa Silvério, elas brincam de adaptar roupas de passarela para o dia-a-dia.

O “Girl Boss” dessa semana conta Ana Fontes da Rede Mulher Empreendedora, que ala da onde saiu a necessidade de criar o projeto, suas dificuldades e experiências na trajetória como empreendedora. Já no quadro “Bairro Delas”, Mila

No “Meu Direito”, a repórter Fernanda Corre Rua fala sobre educação. A fundação Malala e a fundação Julita são as entrevistadas da vez. Fatores como desigualdade social e gênero influem na vida das pessoas. E, por fim, no “Banheiro Feminino”, duas mulheres falam sobre situações de crise no banheiro.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Gil do Vigor consegue visto para fazer PhD e comemora!

Das passarelas para a música: conheça Flav, aposta do pop nacional