Compositores protestam contra pedidos por royalties sem autoria
Foto: SoundTrap/Divulgação
in

Compositores protestam contra pedidos por royalties sem autoria

Grupo de compositores anônimos pede aos artistas que parem de exigir royalties por canções que eles não escreveram

Uma prática comum da indústria musical vem sendo questionada por compositores, diante que esse mercado cresce e passa a ser uma das principais receitas: pedidos por royalties musicais sem que esse artista tenha participado da composição da obra musical. Um grupo anônimo que se autodenomina “The Pact” está demonstrando a insatisfação do setor dos autores nas redes sociais, de acordo com informações da Variety.

Na sequência de uma petição “Pay Songwriters” lançada no Reino Unido na semana passada pedindo maior compensação para os compositores, uma mensagem postada pelo The Pact, de acordo com a Variety e que não está mais disponível, dizia:

“Como um artista ganha dinheiro? Ao vivo / turnê, apresentações de TV, VIP + meet & greets, mercadorias, parcerias / endossos / patrocinadores de marca, taxas de recursos, apresentações privadas, SoundExchange / PPL [direitos de execução], pontos no master [gravação] … composições. Como um compositor ganha dinheiro? Composições. E, no entanto, cada vez mais os compositores estão sendo solicitados a desistir de publicar para artistas que não contribuíram para a composição de nenhuma forma. É hora de fazer algumas mudanças. #ThePact.”

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por The Pact (@_the_pact)

A Variety revela que há muito muito tempo não é segredo na indústria musical que certos artistas e / ou seus empresários exigem uma porcentagem do fonograma e um crédito de composição em músicas que eles não escreveram (ou fizeram pequenas contribuições) como condição para o artista lançar a música . Os compositores costumam concordar, partindo da premissa de que uma porcentagem menor de uma música de sucesso de um grande artista é melhor do que uma grande porcentagem da mesma música, quando não é um “sucesso”.

Esta prática remonta pelo menos aos primeiros dias de superstar de Elvis Presley e tem continuado em vários graus desde então, aponta a revista. Vários compositores e executivos reconhecem que ela existe, mas se recusam a citar nomes para evitar prejudicar suas carreiras.

Compositores protestam contra pedidos por royalties sem autoria
Foto: “E no entanto, cada vez mais compositores são solicitados a liberarem direitos de suas obras para artistas que não contribuíram de forma alguma”/Reprodução Variety The Pact

“Um representante de um artista muito famoso recentemente me disse que dar a eles uma publicação apesar de não contribuírem para escrever a música de forma alguma era ‘O imposto que você paga para estar no álbum de ______’”, escreveu o executivo da Warner A&R. E o gerente de compositores Gabz Landman ao publicar uma mensagem do The Pact, comentou: “Isso me deixa doente. Isso é roubo, puro e simples. Não conheço NENHUMA outra indústria como esta. A única renda de um compositor é a obra musical e, ainda assim, os artistas reduzem a participação dos compositores por absolutamente zero motivos além da ganância. Um imposto não é uma desculpa”, diz.

“Enquanto estamos nisso, podemos falar sobre os produtores aceitando a publicação quando eles não tinham nada a ver com a composição da música?”, Disse outro escritor. “A&R também está pedindo até 10% da publicação”, acrescentou outro, aponta a Variety.

Landman e os escritores recusaram ou não responderam imediatamente aos pedidos de comentários adicionais realizados pela Variety. A revista ainda aponta que parece provável que este post nas redes sociais seja o primeiro movimento do The Pact de outros que poderão surgir nos próximos dias.

Escrito por Láisa Naiane

Nego do Borel fora do BBB

Nego do Borel se anima e mostra partes íntimas em live

Exclusivo: veja teaser de Ivete Sangalo no "Conversa Com Bial"

Ivete Sangalo rebate cobrança do secretário de saúde da Bahia