Como funcionam as marcações de conteúdo explícito na música?
Como funcionam as marcações de conteúdo explícito na música?. Foto: Divulgação
in

Como funcionam as marcações de ‘conteúdo explícito’ na música?

Do “Parental Advisory” ao “E”, saiba como são e a importância das marcações de conteúdos explícitos na música da atualidade

Você certamente já deve ter visto a marca “Parental Advisory Explicit Content” (Aviso aos Pais conteúdo explícito) ou simplesmente “E” nas plataformas digitais, em alguma faixa ou álbum. A logomarca “Parental Advisory”, conhecida mundialmente, foi criada em 1985 pela RIAA (Associação da Indústria Fonográfica dos EUA) como uma “espécie de alerta” aos pais para destacar as músicas que possuem a linguagem explícita.

Como escolher o melhor dia para lançar uma música?

A música considerada com “conteúdo explícito” é àquela que possui linguagem inapropriada para todas as idades, incluindo o uso de palavrões, descrições gráficas de sexo, violência ou uso de drogas, por exemplo. Atualmente, as plataformas digitais utilizam o símbolo “E” ou “EXPLÍCITO” para destacar as músicas que são enquadradas nas características descritas anteriormente. E alguns artistas utilizam a logomarca “Parental Advisory Explicit Content” na capa de Singles ou Álbuns.

Conteúdo Explícito na música, Top Músicas Brasil 2021
Conteúdo Explícito na música, Playlist Top Músicas Brasil 2021 no Spotify. Foto: Reprodução/Spotify

Leia Mais:

As plataformas digitais incluem o aviso a partir as informações enviadas pelos detentores dos direitos sobre as músicas. Porém, se não houver a sinalização, os serviços notificam os detentores de conteúdo e avaliam negativamente as distribuidoras, selos e gravadoras, o que pode impactar em lançamentos futuros e, em alguns casos, podem haver punições legais a depender do território em que a música seja executada. Portanto, é fundamental que os artistas avisem antes de publicar o conteúdo e não deixem a cargo dos algoritmos das plataformas.

Uma característica comum dos serviços é permitir que os usuários façam filtros manuais sobre conteúdo explícito. Dessa forma, é possível bloquear faixas e álbuns que estejam sinalizados nas plataformas como “explícito”. É possível verificar se existem versões para todas as idades das músicas marcadas como explícitas, geralmente, os artistas têm optado em lançar as músicas nos dois formatos, o que é uma prática comum, sobretudo para músicas que tocam nas Rádios.

Quer tirar mais dúvidas sobre o universo musical? Conheça agora mesmo o nosso Guia MM, que traz as explicações sobre os bastidores da indústria musical.

Siga as redes do POPline.Biz é Mundo da Música para saber mais sobre os principais assuntos do mercado da música: Instagram, LinkedInFacebook e Twitter.

Escrito por Láisa Naiane

Luísa Sonza emplaca “ANACONDA” em chart viral global do Spotify

Coldplay e Lil Nas X cancelam show natalino após membros de suas equipes contraírem Covid-19