Connect with us

Buzz

Como era o Grammy há 20 anos?

Relembre indicados, vencedores e performances de sucesso na época!

Published

on

O Grammy chega a sua 62ª edição no próximo fim de semana – diverso e renovado. Lizzo é a líder de indicações (oito no total), seguida por nomes como Billie Eilish e Lil Nas X (seis cada). Todos são encarados como novidades no mercado. Além disso, estão confirmadas apresentações musicais de Demi Lovato (com seu retorno), Camila Cabello, Ariana Grande e Rosalía, entre outros. Há quem critique o Grammy estar “nas mãos” da juventude. Mas quer ver como era a premiação há 20 anos? Não era tão diferente, acredite. Era a “primeira vez” de nomes como Britney, Christina e Beyoncé.

Quem se apresentava?

Os nomes da época eram os jovens Britney Spears, Backstreet Boys, Ricky Martin e TLC, além dos consagrados Elton John, Whitney Houston e George Benson. Elton cantou “Philadelphia Freedom” com Backstreet Boys, Britney apresentou “From the Bottom of My Broken Heart” e “…Baby One More Time”, e Ricky Martin apresentou seu hit “Maria” (lembra?).

Santana

Já com três décadas de carreira, Santana foi o artista mais premiado no Grammy do ano 2000. A banda levou oito troféus, incluindo Álbum do Ano (“Supernatural”), Gravação do Ano (“Smooth”) e Música do Ano (“Smooth”).

E no pop?

Madonna (com “Beautiful Stranger”), Alanis Morissette (“Thank U”), Britney Spears (“…Baby One More Time”) e Christina Aguilera (“Genie In a Bottle”) disputaram o troféu de Melhor Performance Pop Vocal Feminina, que Sarah McLachlan levou para casa com “I Will Remember You”.

Sting levou os prêmios de Melhor Performance Pop Vocal Masculina (“Brand New Day”) e Melhor Álbum Pop (“Brand New Day”), derrotando nomes como Backstreet Boys (“Millennium”), Cher (“Believe”), Ricky Martin (“Ricky Martin”) e Sarah McLachlan (“Mirroball”).

(Foto: Grammy Awards)

Britney Spears x Christina Aguilera

As duas estrelas pop tinham 18 e 19 anos na cerimônia de 2000 e disputavam o troféu de Artista Revelação. Era um grande duelo na época e Aguilera saiu vitoriosa, ganhando o primeiro Grammy de sua carreira. Britney só ganhou o dela cinco anos depois, pela gravação de “Toxic”.

Jennifer Lopez

Indicada ao troféu de Melhor Gravação Dance por “Waiting For Tonight”, Jennifer Lopez perdeu para Cher (com “Believe”), mas roubou todas as atenções da noite. A cantora e atriz, na época com 31 anos, desfilou pelo tapete vermelho com um vestido Versace decotado até o umbigo. Deu o que falar. Mesmo sem troféus, JLo amanheceu na capa dos jornais no dia seguinte. A foto repercutiu tanto, no mundo inteiro, que o Google criou a aba Google Imagens para atender a demanda de buscas.

Whitney Houston

A cantora havia recebido sete indicações para o Grammy de 2020, inclusive por seu dueto com Mariah Carey. Mas só saiu da cerimônia com um troféu, o de Melhor Performance R&B Vocal Feminina, por “It’s Not Right But It’s Okay”. Foi o sexto Grammy que ela venceu.

Destiny’s Child

O Grammy do ano 2000 foi o primeiro em que o grupo concorreu. O trio formado por Beyoncé, Kelly e Michelle disputou os troféus de Melhor Performance R&B por Dupla ou Grupo (“Bills, Bills, Bills”) e Melhor Música R&B (“Bills, Bills, Bills”), mas perdeu ambos para o TLC com “No Crubs”.

A estreia de Eminem

O rapper americano ganhou seus primeiros Grammys em 2000. Ele saiu vitorioso nas categorias Melhor Performance Rap Solo (“My Name Is”) e Melhor Álbum de Rap (“The Slim Shady LP”).

(Foto: Capital FM)

A última vez de Shania Twain

Em contrapartida, o Grammy de 2000 foi o último em que Shania Twain foi premiada. A cantora recebeu os prêmios de Melhor Performance Country Vocal Feminina (“Man! I Feel Like a Woman!”) e Melhor Música Country (“Come On Over”). Detalhe: ela não estava presente.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POPline Mix




Ranking