in

Com suas duas primeiras músicas no Top 10 da Billboard, Cardi B pode fazer história na parada norte-americana

Cardi B parece incansável em sua jornada para fazer história entre as mulheres rappers nas paradas dos Estados Unidos e, após superar Lauryn Hill como a primeira mulher rapper a ficar três semanas no topo da Billboard em música sem colaborações, Cardi B pode quebrar um novo recorde.

Com a chegada de “No Limit”, sua parceria com G-Eazy, no Top 10 da principal lista de singles da Billboard, Cardi B se torna a 4ª rapper a ter suas duas primeiras entradas da Hot 100 no Top 10 da parada, seguindo os passos de Neneh Cherry, Lil Mama e Iggy Azalea, e apenas a segunda a ter as duas músicas juntas no mesmo Top 10. Somente Cardi B e Iggy Azalea conseguiram tal feito.

Atualmente na 17ª posição da Hot 100, “MotorSport”, parceria de Cardi B, Nicki Minaj e Migos, pode dar a Cardi B o título de única mulher rapper a ter as suas três primeiras entradas na Hot 100 dentro das dez mais altas posições da lista.

E caso “No Limit” chegue ao primeiro lugar da lista, Cardi B se tornará a única muher rapper a ter seus dois primeiros singles no topo da Hot 100, além de se tornar a 5ª mulher na história da Billboard a conseguir tal feito, seguindo os passos de Tiffany, Mariah Carey, Christina Aguilera e Lady Gaga.

Escrito por Kavad Medeiros

Primeiro álbum solo de Camila Cabello não tem muitas colaborações e a cantora explica o motivo

Demi Lovato chama revista TIME de hipócrita ao colocar um homem com acusações de abuso sexual entre as “personalidades do ano”