in ,

Com público devotado, Maiara e Maraísa gravam DVD “Reflexo” com vários convidados em São Paulo

Maiara & Maraísa deram início à uma nova fase na carreira nesta terça-feira (9) com a gravação do novo DVD Reflexo. Desta vez, o local escolhido foi o Espaço das Américas, em São Paulo. Ao contrário do último registro ao vivo onde há uma explosão de luzes e cores, o palco deste show é mais clean, adornado por telões que lembram grandes espelhos. As irmãs levaram a sério o conceito do reflexo não apenas na estrutura, mas também no visual. “A gente mudou para este DVD. Eu sou o reflexo dela e quero cada dia mais parecer com minha irmã porque ela é uma pessoa maravilhosa. Eu tenho muita felicidade de ser o reflexo da Maraísa”, disse Maiara enquanto segurava as lágrimas.

Antes de subirem ao palco, a dupla conversou rapidamente com a imprensa e falou sobre as expectativas do novo projeto. “Esse DVD vem sendo feito há dois anos, com essa busca por repertório e tudo mais. É o reflexo de Maiara e Maraísa, é o reflexo dos nossos fãs, a gente quer que eles se identifiquem com as novas músicas. E fala do quê? De amor, de relacionamento”, conta Maiara que é foi interrompida por Maraísa: “Fala de cachaça também. É sobre tudo, mas o nome tem tudo a ver comigo e com minha irmã, a gente é o espelho, o reflexo uma da outra. Se ela não tá bem, eu não tô. Então é tudo em torno disso.”

Muito empolgadas, as gêmeas estão curtindo a ideia de confundirem um pouco as pessoas com tamanha semelhança. Mas a essência musical é a mesma e elas se orgulham de buscar inspiração em histórias de pessoas que estão em seu convívio ou de fãs que contam causos inusitados. Mas uma dessas novas canções, em especial, mexe com elas. “A gente tem uma música maravilhosa que o pessoal vai poder curtir que se chama ‘Separada’, que fala dessa parte do empoderamento das mulheres guerreiras, que lutam por seus filhos. Tem muito a ver com a gente. Mas a gente também fala da ‘macharada’, de situações que a gente adora. Só tem homem nesse DVD. Graças a Deus, também são pessoas que refletem coisas boas na nossa carreira até hoje. E que influenciaram a gente musicalmente.”

Sobre a “macharada” a que Maiara e Maraísa se referiram trata-se dos convidados que participaram da gravação – Gustavo Mioto, Jorge & Mateus, Zé Neto & Cristiano e Henrique & Juliano -, uma prova de que no meio sertanejo não existe espaço para rivalidades entre duplas ou diferenças entre homens e mulheres. Todos estão unidos em prol do fortalecimento do gênero musical mais ouvido no Brasil atualmente. E se é para fortalecer, as irmãs também arranjaram um jeito de ajudar instituições de caridade ao anunciar o leilão dos vestidos que usaram na gravação. São da grife Balmain e custam cerca de R$ 110 mil. “Nossa stylist sempre busca coisas pra gente aqui dentro do país e fora. Ela foi fazer um desfile no exterior e mandou a foto dos dois vestidos. Aí já me apeguei a esse e ela já pegou o outro. E tem sido tudo tão abençoado que poderemos fazer uma boa ação para outras pessoas. Vamos doar todo o valor que conseguirmos com eles.”

Como de costume, o novo show é repleto de músicas novas (ou quase inéditas). Os fãs mais atentos já conhecem algumas delas e deixam as irmãs impressionadas com a reação efusiva ao cantá-las. Tamanha dedicação do público pode ser medida pela declaração de Ingrid de Oliveira Silva, carioca de 26 anos, que acampou por 35 dias na porta do Espaço das Américas. “Viemos porque queríamos preparar algumas surpresas e precisávamos garantir a grade pra isso. Somos fãs do Brasil todo, fizemos camisas e decidimos que juntaríamos todos os fã-clubes e seríamos uma coisa só. A gente queria que elas vissem isso. Fizemos bandeiras gigantes, as bolas… Ontem elas estavam fazendo a passagem de som, e elas vieram falar com a gente na fila. Pra estudar e pra trabalhar, a gente fazia revezamento durante o dia.”

Escrito por Daiv Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diva: Mariah Carey lança clipe para “With You”

Christina Aguilera diz que procurou Rihanna para parceria no álbum “Liberation”