Reprodução
UBC - União Brasileira de Compositores
in

Com crescimento de 62% no biênio, UBC representa 57% dos valores distribuídos pelo ECAD; veja relatório completo da associação

Reprodução

A UBC (União Brasileira de Compositores) divulgou o relatório com os resultados de 2018.

A associação representa 57% dos valores distribuídos pelo ECAD e cresceu 62% no último biênio. Foram R$524,3 milhões distribuídos a 186 mil titulares, número que corresponde um crescimento no número de efetivos em 25,4%.

Além de também ter tido crescimento de 49% no digital e 504% no cinema. Somente em direitos da Execução Pública, a arrecadação corresponde a 98,9%.

“Serviço, formação, informação e tecnologia. Estes são os pilares da nova UBC, que segue crescendo com a ambição responsável de valorizar cada titular por sua particularidade e potencialidade. 

Pessoas são mais importantes que ferramentas e nossa imersão em tecnologia respeita esta verdade. Dados nos ensinam a ler melhor cada titular e o itinerário cada vez mais febril de suas obras num mundo globalizado e pulverizado em muitas plataformas, senhas, códigos e identificadores”, diz o CEO da UBC Marcelo Castello Branco.

 width=

Fonte: Informações Relatório da UBC 2018/Reprodução

 

No último ano, a UBC lançou mais uma ferramenta online para seus associados, o fonograma web, que possibilita o cadastro de ISRCs online diretamente pelo Portal do Associado sem a necessidade de instalação de software. Agora os associados podem registrar obras e fonogramas pelo portal.

Também foram fechados acordos importantes com serviços digitais ao longo de 2018: Amazon Video, Facebook, Google Play Music e Tim Music by Deezer.

Outro acordo importante foi com a Associação Brasileira das Empresas Exibidoras Cinematográficas Operadoras de Multiplex (Abraplex). O contrato com a principal operadora de TV do país, Globo, foi renovado e passou a englobar as plataformas digitais do grupo Globo: GloboPlay, Telecine Play, Philos TV e outras.

“A cultura da UBC é a de abraçar as transformações com um olhar proativo, de fazer parte de uma rede que tem sede por mais informação, mais contato, mais interação. A diversidade nos traduz cada vez mais. Estamos presentes em todo o Brasil e no mundo inteiro, através de nossos contratos bilaterais e unilaterais, na representação de nosso repertório e criadores. 

O ano de 2018 foi intenso. Renovamos contratos importantes, consolidamos ainda mais nosso futuro digital incorporando novos acordos, aperfeiçoando outros. Consequentemente, o número de titulares beneficiados cresceu. O acordo com todas as cadeias de cinema (com exceção do Cinemark) foi outra vitória coletiva vital, com impacto econômico instantâneo no exercício 2018″, aponta Marcelo Castello Branco.

Clique aqui para conferir o relatório completo.

Escrito por Redação POPLine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Luisa Sonza entra nos Trending Topics após disparar: “não vou deixar esse cara matar meu marido”

Em entrevista, Taylor Swift se nega a responder pergunta por considerá-la sexista