in

Cidade russa cancela exibição de filme do BTS por considerar o grupo “gay”

O novo filme do grupo sul-coreano BTS, intitulado “BTS World Tour: Love Yourself in Seoul”, pode ser um dos mais aguardados pelos fãs do grupo e de K-Pop ao redor do mundo e terá exibição em apenas um dia, em 26 de janeiro. Mas em uma cidade da Rússia, isso não irá acontecer.

E o motivo pode parecer loucura. Ativistas anti-homossexuais da cidade de Makhachkala, em uma república russa majoritariamente muçulmana, acredita que os meninos são gays e querem combater essa “imoralidade”, já que não vão de acordo aos ensinamentos do Islã.

“Nós temos que parar esse ultraje… sobre a banda BTS (sete homossexuais coreanos)”, escreveu um dos grupos de ativistas  anti-LGBT no Instagram.

Após inúmeros protestos nas redes sociais dos ativistas anti-LGBT da cidade russa, a maior cadeia de cinemas de Makhachkala resolveu cancelar a exibição do filme do BTS, mesmo após já tendo iniciado a venda dos ingressos. Segundo o jornal The Moscow Times, os fãs do grupo sul-coreanos foram orientados pelo cinema a irem a uma cidade vizinha, também de maioria muçulmana, ou baixar uma cópia pirata do filme para assistir em casa.

O filme “BTS World Tour: Love Yourself in Seoul” também será exibido no Brasil, no dia 26 de janeiro, em três sessões em cinemas selecionados em todo o país.

Escrito por Kavad Medeiros

Cher se emociona com homenagens de Adam Lambert, Cyndi Lauper e Little Big Town

Photo by Abigail Keenan on Unsplash

Produtores Musicais renomados dão dicas em série de vídeos exclusivos da UBC