in

“CheckMate” – o saldo do projeto da Anitta em números e conquistas

Parecia e era mesmo audaciosa a ideia de lançar um single, com clipe, por mês. Mais ainda um single com clipe e participação especial. Foi assim o projeto “CheckMate”, da Anitta, entre setembro e dezembro, com músicas em três idiomas: português, espanhol e inglês. A estratégia inovadora funcionou, na prática, como se ela tivesse parcelado um EP visual para preservar o impacto individual de cada canção. Deu certo. Anitta encerra o ano como a 84ª artista mais ouvida do mundo no Spotify, onde já acumula 3,1 milhão de seguidores. Por mais incrível que possa parecer, atualmente Anitta é mais ouvida na plataforma por usuários da Cidade do México e de Santiago, no Chile, do que em sua cidade natal, Rio de Janeiro. É um bom sinal da internacionalização.

WILL I SEE YOU
Poo Bear feat. Anitta
Lançamento: 3 de setembro.


Youtube: 36 milhões de visualizações | Spotify: 12,6 milhões de execuções

Ser o primeiro single em inglês da carreira de Anitta (desconsiderando “Switch”, que era da Iggy Azalea), já lhe dava qualificações suficientes para um impacto considerável no mercado. Mas ela ainda fez isso com pegada de bossa nova, o que surpreendeu a todos – e, claro, desagradou a muitos. A canção apresentou a cantora para um novo público no Brasil ao entrar na programação das chamadas “rádios adultas” – que tocam MPB, pop contemporâneo, jazz, R&B e blues e que Anitta chegou a definir como “música de elevador” para que seus fãs entendessem do que se tratava. Ela entrou no Top 30 das músicas mais tocadas das rádios do país e chegou ao 1º lugar no quesito pop. Internacionalmente, rendeu matérias na Billboard, no Idolator e no PopCruh, além de vídeos de Dua Lipa e Lewis Hamilton no Instagram Stories ouvindo a música.

IS THAT FOR ME
Anitta & Alesso
Lançamento: 13 de outubro.


Youtube: 51 milhões de visualizações | Spotify: 32,7 milhões de execuções

Depois de bossa nova em inglês, Anitta entregou outro single no idioma – agora um EDM produzido por um dos maiores DJs do mundo. O clipe, aguardado com altas expectativas pelo público, foi gravado na Floresta Amazônica. No Brasil, alcançou o 2º lugar na lista das músicas pop mais tocadas das rádios e o 41º lugar no ranking geral, que engloba todos os estilos. Mas a repercussão internacional foi melhor que “Will I See You”: o single alcançou o Top 25 na parada Hot Dance/Eletronic da Billboard (segunda entrada da cantora), o Top 20 de músicas em inglês nas rádios do México, o Top 25 na parada dance da Suécia e o Top 100 em Portugal. Além disso, a música entrou no Top 20 das paradas portuguesa e italiana no Spotify e marcou a estreia de Anitta no Top 50 Viral dos Estados Unidos. A brasileira também foi parar em um estúdio da Billboard para uma entrevista ao vivo no Facebook, e concedeu entrevista para a ABC News em Nova York.

DOWNTOWN
Anitta & J Balvin
Lançamento: 20 de novembro.


Youtube: 67,6 milhões de visualizações | Spotify: 54,9 milhões de execuções.

Desta vez, Anitta se lançou em espanhol de olho no mercado latino. Ela e J Balvin gravaram o clipe em Nova York e fizeram a primeira performance em uma festa do Spotify em Las Vegas. A parceria colocou a cantora no Top 25 da parada Hot Latin Songs da Billboard. Ela também entrou nas paradas da Colômbia, da Espanha, da Suíça e de Portugal, onde chegou a alcançar o 13º lugar. Lançada no topo da playlist “Viva Latino!” no Spotify, a música se tornou destaque nas paradas de stream de países sulamericanos e levou Anitta a entrar pela primeira vez no Top 50 global da plataforma. Em dado momento, “Downtown” era mais ouvida mundialmente que músicas recentes de Taylor Swift e Justin Bieber. Com muita atenção internacional – teve até outdoor na Times Square – a artista entrou no 41º lugar da lista “Emerging Artists” da Billboard americana, algo como “artistas em ascensão”. No Brasil, se tornou a música pop mais tocada das rádios e a 41ª mais executada no ranking geral.

VAI MALANDRA
Anitta, Mc Zaac e Maeajor feat. Tropkillaz e Yuri Martins
Lançamento: 18 de dezembro.


Youtube: 54,8 milhões de visualizações | Spotify: 13,4 milhões de execuções.

Último lançamento do projeto “CheckMate”, foi considerado como a “tacada final”. O clipe, gravado no Vidigal celebrando a cultura da favela, quebrou recorde de melhor estreia brasileira no Youtube, com mais de 15 milhões de acessos em 24 horas, e deu origem a incontáveis memes. Com uma semana no ar, já tem mais acessos que “Is That For Me” e “Will I See You”. Nº1 no iTunes brasileiro, também entrou no Top 10 da loja digital em Portugal. O impacto do lançamento foi enorme: com um dia no Spotify, “Vai Malandra” entrou no Top 50 global e em seguida alcançou o Top 20, tornando-se a primeira faixa em português a conseguir tal feito. Os debates que o clipe gerou sobre objetificação da mulher, racismo, machismo e desigualdades sociais renderam reportagens no jornal The Guardian na Inglaterra e no site da revista Billboard.

Escrito por Leonardo Torres

Johnny Hooker e Liniker dão presente de Natal para família tradicional brasileira: clipe de “Flutua”

Vem feat. poderoso! 14 parcerias que ficaram acertadas para 2018 no pop nacional