Foto: Divulgação
in

CEO do TikTok está entre as pessoas mais ricas do mundo

A fortuna do fundador da ByteDance pode valer aproximadamente R$ 340 bilhões

Apesar de todos os obstáculos que a ByteDance encontrou com o governo Trump, censuras chinesas e indianas, a empresa, dona do TikTok, aplicativo mais baixado do mundo, continuou crescendo. Agora, seu fundador, Zhang Yiming, de 38 anos, está entre as pessoas mais ricas do mundo.

De acordo com a Bloomberg, as ações da empresa são negociadas no mercado privado a uma avaliação de mais de US$ 250 bilhões (cerca de R$ 1,4 trilhão de reais). Nesse nível, Zhang, que possui cerca de um quarto da ByteDance, poderia valer mais de US$ 60 bilhões (aproximadamente R$ 340 bilhões), colocando-o ao lado de Pony Ma, da Tencent, do rei da água engarrafada, Zhong Shanshan e membros das famílias Walton e Koch, no EUA, de acordo com o Bloomberg Billionaires Index.

A ByteDance, famosa por seus aplicativos de vídeos curtos e agregador de notícias Toutiao, mais que dobrou a receita no ano passado depois de expandir além de seu negócio principal de publicidade em áreas como e-commerce e jogos online. Agora está avaliando opções para a oferta pública inicial de algumas empresas.

Sobre Zhang Yiming

Ainda segundo a publicação, Zhang, filho único de funcionários públicos, estudou programação na Universidade Nankai de Tianjin, onde conquistou seguidores no fórum online da escola consertando computadores de colegas de classe.

Ele se juntou à Microsoft Corp. por um breve período após se formar, depois chamando o emprego de tão chato que muitas vezes “trabalhava metade do dia e lia livros na outra metade”, de acordo com uma entrevista à mídia chinesa. Ele passou a desenvolver vários empreendimentos, incluindo um portal de busca de imóveis.

Sua descoberta veio em 2012, quando criou o primeiro sucesso do ByteDance – um aplicativo de compartilhamento de piadas que mais tarde foi encerrado pelos censores de Pequim. Em seguida, voltou-se para a agregação de notícias antes de conquistar mais de 1 bilhão de usuários globais com suas plataformas de vídeos curtos TikTok e o aplicativo gêmeo chinês Douyin.

No processo, atraiu investidores de grande nome, como SoftBank Group Corp., Sequoia Capital e a firma de negociação privada Susquehanna International Group, tornando-se uma raridade entre as startups de internet chinesas que geralmente são absorvidas pelos ecossistemas mais amplos de Tencent e Alibaba.

E tem mais…

O App Annie, plataforma de dados e análise móvel, revelou as estatísticas de download de aplicativos no primeiro trimestre de 2021 que apontam, novamente, para a liderança do TikTok, como a plataforma mais baixada. De acordo com a pesquisa divulgada pelo Sensor Tower, de 1º de janeiro a 17 de dezembro de 2020, o aplicativo atingiu quase 961 milhões de instalações em todo o mundo. Confira a matéria completa clicando aqui!

Escrito por Rafa Ventura

“Live From Paris”: assista ao show de Justin Bieber!

Arthur, Fiuk ou Thais? Veja quem deve sair do BBB 21 hoje!