Foto: Gabriel Brasil/Divulgação.
in ,

Carol Roberto lança o clipe de “A tropa”, cheio de referências e coreografia

A jovem cantora mostrou que sabe onde buscar inspiração em seu novo projeto

Com apenas 14 anos, Carol Roberto já desponta como um dos novos nomes do pop nacional. Ela acabou de lançar o seu novo trabalho, o clipe de ‘A tropa’, cheio de referências e inspirações. O vídeo, disponível no canal oficial da cantora, se passa em um cenário cheio de contêineres – que acabam servindo de palco para os dançarinos da “tropa” de Carol. Em um outro momento, o interior de um contêiner se transforma em uma balada divertida e cheia de cores. Confira:

Deu para notar que, apesar de muito jovem, Carol busca inspiração em gente grande. Em entrevista ao POPline Descubra, ela revelou que Michael Jackson, Beyoncé e BTS são suas grandes referências, assim como Alcione e Iza. Fica evidente que esses artistas, de alguma forma, incentivaram o clipe de “A Tropa”, que entrega na coreografia.

“Foi muito incrível fazer este clipe. Superou minhas expectativas. É uma mistura de Carol Roberto, Beyoncé, Michael Jackson… Todas as minhas referências musicais num clipe só, com muita dança, muito apito e muita diversão. Vai sair o challenge do clipe em outros canais de dança e quero todo mundo dançando” – contou Carol em entrevista ao Popline Descubra.

Carol Roberto no clipe de “A Tropa”/Foto: Gabriel Brasil/Divulgação

E o time de Carol é realmente uma tropa. Para a produção musical, a cantora contou com a ajuda do DJ Thai (responsável pelas músicas da Cleo, Luiza Sonza, MC Carol). A direção do clipe é de Mateus Rigola e o Gustavo Santos foi o encarregado de coreografar e produção.

Propósito

Carol faz parte de uma geração que parece não ter medo de falar sobre assuntos importantes. Para conversar com o seu público sobre assuntos relevantes e delicados, a adolescente criou uma revistinha de colorir que aborda temas como racismo, acessibilidade e bullying.

“O nome da revistinha é ‘Acredite, você pode fazer a diferença’. Ela está disponível de graça no meu site e nela eu falo sobre valores. Eu acredito que nossa sociedade está um caos. Não só o coronavírus, mas vários assuntos como o preconceito, a homofobia, o racismo, a intolerância com o próximo… Eu, como artista, tenho que ter um propósito. E o meu é a globalização. Temos que nos colocar no lugar do outro. Ajudar ao próximo”, disse a cantora em entrevista ao Popline.

Confira a entrevista completa para o POPline Descubra:

Escrito por Douglas Françoza

Saiba das músicas já confirmadas na live de Luan Santana, Luísa Sonza e Giulia Be!. Foto: Luciano Marques

Saiba quais são as músicas já confirmadas na live de Luan Santana, Luísa Sonza e Giulia Be!

Kesha performance ao vivo

Homenageando T. Rex, Kesha faz performance de “Children of the Revolution” na televisão