Arte: Omar Salomão
in ,

Veja a capa de “Nenhuma Dor”, álbum comemorativo de Gal Costa

Cantora celebra 75 anos em álbum de duetos com Silva, Criolo, Rodrigo Amarante e outros mais

Um projeto digital que chega ao mundo físico para deleite de admiradores: Nenhuma Dor, álbum comemorativo de Gal Costa, ganha edição em CD e vinil no dia 12 de fevereiro e traz dez duetos da cantora com artistas da nova geração. O POPline recebeu com exclusividade a capa deste projeto que celebra os 75 anos de vida e 55 de carreira da artista.

A capa de “Nenhuma Dor”, álbum comemorativo de Gal Costa (Arte: Omar Salomão)

Com capa assinada pelo artista plástico Omar Salomão, o álbum organiza os dez singles que Gal lançou aos pares nas plataformas digitais desde novembro de 2020. Em dez faixas, Gal faz duetos com os brasileiros Rodrigo Amarante, Seu Jorge, Silva, Criolo, Rubel, Tim Bernardes, Zé Ibarra e Zeca Veloso, filho de Caetano Veloso. Além deles, o português António Zambujo e o uruguaio Jorge Drexler também estão no projeto.

A concepção e direção geral é de Marcus Preto, que detalha a seguir o processo de criação do álbum: “Em meio à pandemia, em maio ou junho do ano passado, Gal me telefonou. Sentia que, nesses dias tão vagos de definição, um público mais jovem do que o habitual estava dando tratamento especialmente afetuoso aos artistas da sua geração”, conta sobre este projeto desenvolvido durante a quarentena.

Foto: Julia Rodrigues / Biscoito Fino

No geral, cada artista envolvido fez parte da produção da própria faixa. Muitos tocaram instrumentos de base, que depois ganharam arranjos de cordas de Felipe Pacheco Ventura, outro talentoso jovem músico que Gal conheceu na feitura do álbum A Pele do Futuro (2018). Alguns artistas, como Amarante e Tim, fizeram quase tudo sozinhos. “Terminou por ser um trabalho colaborativo”, revela Marcus.

O produtor ainda conta que o projeto nunca teve pretensão de soar como um “disco de carreira”, como se dizia. “Tampouco definir próximos passos artísticos de Gal ou de qualquer um dos envolvidos. Nem ganhar prêmios de melhores do ano. Quer apenas ecoar, mais alto e mais longe, essa voz da memória do afeto que nos dá o colo inabalável e a força para seguirmos firmes na estrada. Sem nenhuma dor, se possível”, finaliza.

As dez faixas já estão disponíveis nas plataformas digitais:

Escrito por Daiv Santos

“Irreconhecível”: Namorada de Lumena revela decepção com o BBB

The Weeknd Super Bowl

The Weeknd é aclamado pela mídia por seu show no Super Bowl