in ,

Cantor Humberto Gessinger alerta sobre circulação de fake news sobre sua morte

A divulgação de fake news continua sendo um dos principais problemas da atual era das redes sociais e a mais nova vítima do desespero pela viralização de uma publicação foi o cantor Humberto Gessinger, que teve sua morte falsamente noticiada por um perfil no Twitter.

Humberto Gessinger
Foto: Daryan Dornelles

Na noite desta terça-feira (07), uma conta no Twitter veiculou a seguinte informação: “Internado em segredo há uma semana no Hospital Sírio Libanês, faleceu hoje de Covid 19 o músico Humberto Gessinger, eterno líder dos Engenheiros do Havaí. O velório será fechado em Porto Alegre somente para familiares e suas cinzas serão soltas no gramado da Arena do Grêmio.”

Fake news morte de Humberto Gessinger print
Foto: Reprodução / Twitter

A informação, claro, rapidamente viralizou e já foi até deletada pela conta, por não passar de fake news.

Alerta de Humberto Gessinger

Procurado pela GaúchaZH, Humberto Gessinger, que lançou no início deste ano um mini-documentário sobre o álbum “Não Vejo a Hora”, não só desmentiu a informação como também alertou para o perigo da circulação de fake news nas redes sociais. O cantor ainda revelou que ele nem mesmo contraiu o novo coronavírus.

“Por mais que eu me esforce, não consigo entender porque alguém faz isso. E é uma coisa fácil de desmentir. Imagino a situação de quem sofre isso em questões menos óbvias. É triste e preocupante”, afirmou Humberto Gessinger.

“Cabe a todos nós romper estas correntes. Não dar seguimento aos boatos. Buscar informação em locais confiáveis”, concluiu o cantor.

O problema das fake news

Com a popularização das redes sociais e aplicativos de troca de mensagens, a propagação de notícias falsas, conhecidas como fake news, encontrou o seu terreno perfeito.

Com a facilidade de compartilhamento, as notícias são geradas, querendo ser verdadeiras ou utilizando-se de “humor” como foco para viralizar, sem nenhuma fonte de informação crível, e ganham rapidamente grande repercussão, causando danos que podem ser irreparáveis para os envolvidos ou até mesmo para a sociedade em geral.

Em Brasília, há um Projeto de Lei em espera para votação que propõe maiores medidas de combate à propagação de notícias falsas. Já aprovado no Senado, o Projeto deverá ser votado na Câmara dos Deputados nas próximas semanas.

Escrito por Kavad Medeiros

Rihanna ANTI

“ANTI”: Álbum de Rihanna segue crescendo em parada histórica da Billboard

Luísa Sonza e Vitão em show drive-in no Allianz Parque, em São Paulo

Com participação de Vitão, Luísa Sonza faz show em drive-in em São Paulo