BTS: V está tendo tempo de fazer algo que não podia antes
Foto: HYBE LABELS
in ,

BTS: V está tendo tempo de fazer algo que não podia antes

O cantor fala da vida na pandemia.

V, do BTS está tendo tempo de fazer algo que não podia antes. O grupo está em um dos momentos mais ativos da carreira, mas tem um diferencial. Eles fazem tudo da Coreia do Sul, mesmo com a divulgação no mundo todo. Isso permite que eles fiquem façam coisas que não poderiam antes, como a proximidade da família. Foi isso que o membro V destacou em recente entrevista à BBBC Radio One.

BTS: V está tendo tempo de fazer algo que não podia antes
Foto: HYBE LABELS

Tenho conversado muito com a minha família por esses dias. Essa tem sido uma grande alegria e felicidade para mim. Eu não tinha muito tempo para fazer isso antes“, explicou V.

Assista em vídeo:

O carinho da Army

Na mesma entrevista, Jungkook disse que a pandemia tem impedido que eles sintam o calor humano de seus fãs, conhecidos como Army.

“Parece surreal. Ainda não sentimos isso. Se pudéssemos ver nosso ARMY em shows e ter entrevistas como essa pessoalmente, talvez sim. Mas não tivemos muitas oportunidades de retribuir seu amor”, disse ele.

Então é um pouco difícil. Definitivamente estamos cientes, apenas não fomos capazes de expressar isso o tanto quanto gostaríamos. Espero que no futuro tenhamos mais oportunidades de expressar nossa gratidão“, completou ele.

BTS faz cover de música importante para o hip-hop

O BTS foi a mais recente atração do tradicional quadro “Live Lounge” da britânica BBB Radio 1. Geralmente, as artistas cantam seus atuais hits, mas tem uma tradição: eles cantam um cover.

RM, Jin, Suga, J-Hope, Jimin, V e Jungkook cantaram de forma remota. Eles não estavam no estúdio onde os artistas costumam gravar para a rádio. Como não poderia ser diferente, até na produção de cenário eles arrasaram, com luzes, plantas e piso translúcido.

talento em novas performances
Foto: BBC / HYBE LABELS

O cover

Para o famoso cover, o BTS escolheu a música “I’ll Be Missing You“, originalmente de Puff Daddy com Faith Evans e Sting, lançada em 1997. Esta não é uma canção qualquer, já que tem grande importância para o hip-hop – foi feita em homenagem ao Notorious B.I.G, que morreu assassinado no auge da carreira em 1997. Além da homenagem, fez um enorme sucesso e chegou a ganhar um Grammy em 1998 de “Best Rap Performance by a duo or a group”.

Pra muitos, além da homenagem, a música solidificou a potência do hip-hop ao misturar instrumentais melódicos com as rimas. A letra inteira é uma inspiração à Notorious B.I.G, com foco na saudade que eles sentiam (e ainda sentem).

Leia mais:

 

Na versão do BTS, J-Hope chegou a fazer um verso em coreano. Jimin mostrou talento canto tudo em um tipo de falsete. Já V, pegou a parte de Faith Evans.

Assista:

Os hits

É claro que não poderia faltar performance dos hits! O BTS provou mais uma vez que é impecável em seu repertório próprio. Eles têm as duas músicas de maior sucesso do momento: “Butter” e “Permission To Dance“, que ficaram em primeiro lugar na parada Billboard Hot 100, a principal parada dos Estados Unidos. No entanto, resolveram tocar uma mais antiga que também foi hit: “Dynamite“.

O conceito do Live Louge é algo mais “cru” e acústico, por isso a coreografia ficou de lado para uma movimentação mais livre. Isso fez com que eles caprichassem ainda mais nos vocais!

Permission To Dance

Dynamite

Escrito por Caian Nunes

Rebeca Andrade é medalha de prata com "Baile de Favela"

Olimpíadas: Rebeca Andrade é medalha de prata com “Baile de Favela”

A internet está shippando Juliette com o campeão olímpico Ítalo Ferreira