Film Out
Foto: HYBE LABELS
in ,

BTS lança nova música e clipe “Film Out”

Assista!

Depois dos sucessos “Life Goes On” e “Dynamite“, o BTS lança neste 1º de abril sua nova música, que já vem com clipe: “Film Out”. A faixa foi feita para o mercado japonês e a inédita do álbum “THE BEST“, uma compilação de hits cantados no idioma.

BTS
Foto: Big Hit Labels

Film Out é uma balada profunda e emocional que aproxima o ouvinte da bela melodia, formando uma lembrança da pessoa que permanece em sua mente e que não consegue apagar de seu coração”, descreveu o grupo em comunicado.

O clipe ganhou uma surperprodução, mostrando RM, Jimin, Suga, J-Hope, Jungkook, V e Jin em cenas e cenários de tirar o fogo, misturando elementos naturais com o futurismo.

Compre BTS na Regards

O clipe de “Film Out” já está disponível. Assista!

A música servirá de trilha sonora do filme japonês “Signal” que contam no enredo sobre dois detetives, um no presente e outro passado, que se comunicam para resolver os casos.

BTS se posiciona contra racismo que asiáticos sofrem

Está ocorrendo um forte movimento na internet contra o racismo que pessoas asiáticas recebem. O motivo foi um brutal crime em Atlanta, no estado da Geórgia, Estados Unidos, onde pelo menos 6 mulheres asiáticas foram assassinadas. Com isso, a campanha #StopAsianHate está circulando na internet para demonstrar apoio a todos que sofrem com esse preconceito.

Compre BTS na Regards

Os asiáticos mais conhecidos do mundo são RM, Jimin, Suga, J-Hope, Jungkook, V e Jin, membros do BTS. Portanto, eles não poderiam deixar de fazer um pronunciamento. Com isso, uma carta aberta foi divulgada na terça-feira (30).

Leia o pronunciamento do BTS

“Enviamos nossas mais profundas condolências aqueles que perderam seus entes queridos. Sentimos tristeza e raiva. Relembramos momentos em que enfrentamos discriminação como asiáticos. Suportamos palavrões sem motivo e fomos ridicularizados por nossa aparência. Fomos ate questionados por que os asiáticos falavam em inglês”, desabafou o grupo.

Não podemos traduzir em palavras a dor de nos tornarmos alvo de ódio e violência por tal motivo. Nossas próprias experiências são irrelevantes em comparação com os eventos que ocorreram nas últimas semanas. Mas essas experiências foram suficientes para nos fazer sentir impotentes e destruir nossa autoestima“, continua

K-POP revolta
Foto: WSJ. MAGAZINE

O que está acontecendo agora não pode ser dissociado de nossa identidade como asiáticos. Levou um tempo considerável para discutirmos isso com cuidado e refletirmos profundamente sobre como devemos expressar nossa mensagem. Mas o que nossa voz deve transmitir é claro. Somos contra a discriminação racial. Condenamos a violência. Você, eu e todos nós temos o direito de ser respeitados. Estaremos juntos“, completou em comunicado.

Escrito por Caian Nunes

Nick Cruz e Benjamín falam das suas trajetórias na música e desafios no Dia da Visibilidade Trans

Cariúcha, do meme “garota da laje”, é madrinha de ação social