(Foto: Reprodução Internet)
in ,

BTS: Crítico compara Jungkook a Michael Jackson e Bruno Mars

Artista foi elogiado pelo crítico Kim Young Dae em um artigo para a Rolling Stone Korea

O crítico musical sul-coreano Kim Young Dae da Rolling Stone Korea aclamou Jungkook em um recente artigo sobre “Butter“, música do BTS que segue segue no topo da Billboard Hot 100 há três semanas. Na publicação, o artista de 23 anos tem seu talento comparado ao de Michael Jackson e Bruno Mars.

(Foto: Reprodução Internet)

A potência vocal de Jungkook realmente impressiona, tanto é que ele é considerado um dos vocalistas principais do BTS. E não são só os fãs que ressaltam o talento do artista, em sua análise de “ButterKim Young Dae declarou:

“O ritmo criado por staccato e síncope de Jungkook e seu senso inato de tempo é suficiente para lembrá-lo de Michael Jackson ou Bruno Mars. Ao longo da música, ele desempenha um papel significativo no verso e no refrão para ajudar a criar um ímpeto poderoso na faixa.”

“Na cena do elevador, Jungkook está com seu cabelo é amarrado em um rabo de cavalo e ele faz um giro como Michael Jackson, e eu juro, foi como observar Michael do início dos anos 90. Fiquem de olho neste garoto, estou lhes dizendo, ele vai bater recordes como o grupo bateu“.

Não é a primeira vez que o Jungkook é comparado a lendas musicais. Segundo o site Koreaboo, críticos e revisores do mundo todo têm comparado Jungkook a Michael Jackson ao olhar para várias canções do grupo.

Em particular, muitos críticos tem até chamado Jungkook de “Michael Jackson da Coreia do Sul” ao analisar sua capacidade de não apenas produzir apresentações vocais impressionantes, mas dominar o palco e cativar qualquer público.

Assista ao MV de “Butter” para ver exatamente do que os críticos estão falando!

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Héteros, atores de “Love, Victor” falam sobre interpretar personagens LGBTQIA+

Sonastério lança série musical e fala sobre pandemia e novo selo