Bridgerton: Phoebe Dynevor lida com ansiedade após fama repentina
(Foto: Divulgação)
in ,

Bridgerton: Phoebe Dynevor lida com ansiedade após fama repentina

“Estou cheia de ansiedade. Tenho medo de falhar, de magoar alguém, de me contradizer”, diz Phoebe Dynevor, a Daphne de “Bridgerton”.

A carreira da atriz britânica Phoebe Dynevor se divide em antes e depois de “Bridgerton”. Ela protagonizou a 1ª temporada da série da Netflix, no papel de Daphne, cuja história conquistou o planeta. “Bridgerton” se tornou a série mais assistida da plataforma e, com isso, Phoebe conquistou a fama global… e uma boa dose de pressão.

“Não acho que ninguém sabe como lidar com isso. Eu me preocupo sobre tudo. Estou cheia de ansiedade. Tenho medo de falhar, de magoar alguém, de me contradizer. Você vê o que é para sua saúde mental estar sob olhar público”, ela diz à revista Harper’s Bazaar do Reino Unido.

Bridgerton: Phoebe Dynevor lida com ansiedade após fama repentina
(Foto: Harper’s Bazaar)

Leia mais:

O que ela faz para lidar com a pressão?

Para lidar com a fama repentina, Phoebe Dynevor faz meditação, terapia e caminhadas diárias. “O que comecei a entender sobre essa indústria é que os altos podem ser muito altos, mas os baixos também podem ser muito baixos, então é encontrar esse meio-termo e se centrar”, pontuou a atriz.

“É realmente importante para mim e minha sanidade trabalhar em projetos que amo e desenvolver personagens que acho interessante. Isso é empolgante para mim”, disse.

Bridgerton: Phoebe Dynevor lida com ansiedade após fama repentina
(Foto: Divulgação / Netflix)

Sucesso de “Bridgerton” foi inesperado

Ela realmente não esperava todo esse sucesso de “Bridgerton”. Ela já tinha feito outras séries antes, nenhuma com a mesma repercussão ou alvoroço. “Pensei que era só mais um projeto. Não achei que ninguém ligaria. Estávamos em lockdown, presos em casa e nada mudou”, lembrou.

“Na primeira temporada, as pessoas diziam para mim ‘você sabe que isso pode ser grande’, mas você nunca acredita nisso. E você não entende o que é isso até que aconteça para você. É bastante extra corpóreo e estranho. Foi só quando começamos a pode sair de casa de novo e havia fotógrafos do lado de fora (o que foi assustador) que eu percebi que, se saísse de pijama, poderia ter alguém fotografando”, contou.

Escrito por Leonardo Torres

K-Pop: SinB, Eunha e Umji, do GFRIEND, debutam como trio

Jesy Nelson lembra que sofreu overdose e teve que gravar um clipe dias depois

Jesy Nelson lembra que sofreu overdose e teve que gravar um clipe dias depois