Brasileira no K-POP: Francinne canta e coreano em "Fading Like a Moon"
Foto: Felipe Garcia
in ,

Brasileira no K-POP: Francinne canta em coreano em “Fading Like a Moon”

Música foi gravada na Coreia do Sul.

O K-pop é um dos gêneros musicais de maior sucesso do momento. Geralmente, são feito por pessoas da Coreia do Sul. Mas quem disse que não pode ter uma brasileira? Tem, sim! Nesta quarta-feira a cantora Francinne lançou sua nova música “Fading Like a Moon“, iniciando sua nova fase no pop coreano.

Ela se tornou, agora, a primeira idol ocidental sem ascendência asiática a ter seu debut. Ela se inspirou na sonoridade, estética e até cantou no idioma legal. No entanto, não pense que foi só uma aventura. Ela se preparou muito para isso, viajando até à terra do BTS e fazendo uma imersão cultural, com cursos do idioma e outros detalhes importantes. Além disso, ela gravou tudo lá com produtores do ramo. 

Francinne contou que os produtores queriam colocar outra pessoa para fazer a parte do rap, já que ela ainda é iniciante no idioma. Mas ela mostrou que é “braba” e mostrou que pode fazer!

Brasileira no K-POP: Francinne canta e coreano em "Fading Like a Moon"
Foto: Felipe Garcia

Leia Mais:

Produzido por Jay Lee & Oh Seung Eun e gravado em Seoul, “Fading Like a Moon fala sobre o autoconhecimento e o reencontro com o amor-próprio. Ela canta a maior parte em coreano, com alguns versos em inglês. “Você assumiu tudo de mim / Eu nem sabia que minhas asas foram cortadas“, canta ela. No entanto, ela perda de liberdade momentânea significou uma evolução. “Vou recomeçar, não terei pressa / agora está tudo pronto“, continua. “Eu quero ser livre“, exclama.

O projeto foi lançado em todas as plataformas digitais em um formato muito comum no K-pop. Tem a versão com os vocais e outra com instrumental. E é claro que não poderia faltar um clipe! A estreia está marcada para meio-dia.

Assista:

Como um bom clipe de K-Pop, não poderia faltar muita coreografia! O visual é típico coreano. Aliás, ela usa um Hanbok (traje tradicional coreano) feitos para ela com exclusividade para esta gravação.

“Foi uma experiência grandiosa, eu jamais imaginei essa virada na minha vida, estou me entregando de corpo e alma neste projeto, realmente me conectei com o estilo k-pop e principalmente com a cultura coreana que é muito encantadora”, disse Francinne.

Ela não esconde sua admiração pelo K-POP: “O que mais me chama atenção no k-pop é a dedicação e a seriedade que eles colocam em cada trabalho tornando tudo impecável. Fui muito bem tratada pelos profissionais que trabalharam comigo na Coreia e me senti valorizada como poucas vezes me senti no Brasil, e espero poder trazer um pouco desse brilho que os artistas coreanos têm para o Brasil“, completa.

Escrito por Caian Nunes

Conheça os 9 músicos que acompanham IZA na série “Criatividade Tropical”

A Fazenda: Mãe de Rico sai em sua defesa e detona Erasmo após treta