(Foto: Reprodução Internet)
in ,

Brancos x negros! Homens x mulheres! Thread aponta discrepâncias em festivais

O perfil “Açúcar de Melancia” fez uma análise mais do que necessária; confira!

Nada como uma boa e necessária reflexão! Você já parou para pensar o quanto de visibilidade os festivais de música dão para artistas negros? E para as mulheres? O perfil “Açúcar de Melancia” fez uma análise importantíssima sobre alguns dos eventos mais famosos, trazendo números simples mas que apontam discrepâncias entre gênero e cor da pele.

(Foto: Reprodução Internet)

Duas threads foram feitas no Instagram e ambas abordam quatros festivais que aconteceram em 2019: Lollapalooza, Ultra Music Festival, Pinkpop e Rock in Rio.

De primeira os números mostraram que existe um grande abismo com relação a quantidade de artistas brancos e artistas negros nos palcos! No Rock in Rio, por exemplo, numa gama de 92 artistas listados nesta pesquisa, apenas 34 eram negros. E pasmem: entre os festivais citados, é o de maior diversidade.

Este número piora quando olhamos para o Lollapalooza. Em um line-up com 69 nomes, só 13 eram negros e apenas um asiático.

Já o Ultra Music Festival, voltado para o público da música eletrônica, contou com 5 artistas negros. No total, 60 DJs se apresentaram! E no Pinkpop não foi muito diferente, 40 artistas brancos para 9 negros.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Bárbara (@acucardemelanciaa)

Sobre as mulheres, o Rock in Rio também se destaca. Em 2019, 40 mulheres se apresentaram no festival que contou com outros 52 homens. É o evento mais próximo do equilíbrio. No Lollapalooza, apenas 12 artistas femininas em um total de 69 músicos no line-up.

Pinkpop, por sua vez, trouxe 10 mulheres entre os 49 do total… Enquanto o Ultra Music Festival contou com somente 6 em comparação com os outros 54 homens.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Bárbara (@acucardemelanciaa)

Os números te surpreenderam? Você tinha ideia da gritante diferença? Em tempos de pandemia, eventos musicais com aglomerações seguem proibidos (pelo menos no Brasil) e ainda temos um longo caminho pela frente até o retorno dos shows ao vivo.

Ainda assim, vale pontuar: discussões como essas merecem muito mais atenção, sobretudo dos organizadores!

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Carolina Stramasso

Ed Sheeran reclama de unhas usadas em clipe: “pesadelo para mijar”

Carla Diaz fala sobre Arthur: "não estamos juntos"

Carla Diaz fala sobre Arthur no Twitter: “não estamos juntos”