Bob Dylan é processado por suposto abuso sexual de menor. Foto: Divulgação
in

Bob Dylan é processado por suposto abuso sexual de menor

Caso teria acontecido em 1965. Entenda!

O cantor Bob Dylan está sendo processado nos Estados Unidos por uma mulher que alega que foi abusada sexualmente por ele em 1965, quando ela tinha apenas 12 anos de idade. A notícia foi confrmada pelo site americano TMZ. Um representante do artista nega a veracidade dos fatos.

De acordo com o veículo, o processo foi aberto na última sexta-feira, dia 13 de agosto, na Suprema Corte do estado de Nova York. A suposta vítima aproveitou os últimos momentos de vigor da Lei das Vítimas Infantis do estado, que permitia que vítimas de abuso infantil abrissem processos contra seus agressores, independentemente da reivindicação ter ultrapassado o prazo de prescrição.

Bob Dylan é processado por suposto abuso sexual de menor. Foto: Divulgação

Leia mais:

A identidade da demandante do processo contra Dylan foi mantida em segredo e apenas as iniciais foram relevadas: JC. Entretanto, sabe-se que ela tem 68 anos hoje e que mora na região de Greenwich, no estado de Connecticut.

“Bob Dylan, durante um período de seis semanas, entre abril e maio de 1965, tornou-se amigo e estabeleceu uma conexão emocional com a demandante”, diz o processo. O documento ainda afirma que Robert Allen Zimmerman, nome verdadeiro de Bob Dylan, diminuiu as inibições [de JC] com o objetivo de abusar sexualmente dela, o que ele fez, juntamente com o fornecimento de drogas, álcool e ameaças de violência física, deixando-a emocionalmente com cicatrizes e com danos psicológicos até hoje.”

O processo contra Bob Dylan ainda afirma que o artista abusou sexualmente de JC “múltiplas vezes”, includindo incidentes que teriam acontecido dentro do apartamento do artista, que fica localizado no Hotel Chelsea, na cidade de Nova York, onde corre o processo.

O advogado da suposta vítima, Daniel Isaacs, também concedeu entrevista ao Page Six. Ao veículo, Isaacs disse que “a queixa fala por si” e que JC “forneceu muitas informações detalhadas sobre o período em questão, o que não deixa dúvidas de que esteve com ele no apartamento durante a hora em questão.”

A defesa de Bob Dylan já se pronunciou e negou a veracidade dos fatos. “Esta afirmação de 56 anos não é verdadeira e será vigorosamente defendida,” afirmou o representante do cantor.

Escrito por Mari Pacheco

Detonautas grava clipe para versão acústica de “Carta ao Futuro”

Cardi B faz e todo mundo acha lindo

Gabily defende funk proibidão e cita Cardi B: “acham bonito”