in

Black Eyed Peas enfrenta mais um processo de plágio

O cantor e compositor George Clinton está acusando o Black Eyed Peas de usar elementos de uma música de 1979 no remix da faixa “Shut Up”, lançada em 2003. Clinton, que é considerado um dos pais da funk music americana juntamente com James Brown, entrou com um processo contra o quarteto nesta terça-feira (14).

O músico afirma que nunca assinou um contrato para a utilização de samples de “(Not Just) Knee Deep” no remix de “Shut Up”. Clinton afirma que foi procurado em 1999 por um produtor do Black Eyed Peas pedindo permissão para a utilização da faixa, mas negou a oferta. Agora, o compositor ainda acusa o grupo de produzir o remix e de usar novamente trechos da música em uma faixa da edição de luxo do álbum “The E.N.D.”.

O processo diz que o remix vendeu oito milhões e meio de cópias em vinil, formatos digitais e no DVD “Love From Sydney to Vegas” e pede US$ 150 mil por violação, além de uma proibição de futuras distribuições da música.

Escrito por Redação POPLine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Novo single da Colbie Caillat será divulgado em janeiro

BR!NK5: Festa de lançamento do novo álbum da Rihanna em Salvador