BBB 21: Polícia procura Carla Diaz para apurar caso de racismo (contra ela!)
(Fotos: Divulgação / Globo)
in

BBB 21: Polícia procura Carla Diaz para apurar caso de racismo (contra ela!)

Atriz afirma que racismo reverso não existe e está muito chateada com a situação.

A atriz e ex-BBB Carla Diaz revelou, via Instagram Stories nesta quinta (8/4), que foi procurada por um policial da DECRADI – Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, no Rio de Janeiro. O motivo é a investigação de um caso de discriminação racial contra ela durante o “BBB” (quando a participante Lumena disse que ela estava “toda cagada na branquitude”). O inquérito foi aberto sem conhecimento de Carla, por alguém que ela nem conhece.

“Sim, bateram na minha porta. Levei um susto, óbvio, até porque alguém pediu para a delegacia instaurar um inquérito. Eu vou ter que prestar esclarecimento sobre um procedimento de preconceito racial. Sim, como se eu fosse a vítima. Como se eu tivesse sido vítima de discriminação. Quero dizer que acho isso tudo um absurdo”, declarou Carla Diaz.

BBB 21: Polícia procura Carla Diaz para apurar caso de racismo (contra ela!)
(Foto: Reprodução / Instagram @carladiaz)

Por ora, ela garante que não tem mais detalhes sobre o caso e que acionou seu advogado para cuidar da situação. Carla Diaz se posicionou veemente contra a ideia de “racismo reverso” – o suposto racismo contra brancos. “Acho importante afirmar aqui que racismo reverso não existe. Gente, por favor, vamos ler, vamos nos informar. A Internet está aqui para isso. O programa debateu racismo a semana toda. Estou muito chateada com essa situação, ainda mais porque tudo isso começou quando eu ainda estava na casa. Usaram meu nome, sem meu conhecimento, para me colocar nessa situação”, pontuou.

Lumena foi preconceituosa, mas não racista

Durante o programa, Lumena, negra, teve várias falas problemáticas sobre Carla Diaz, branca. Disse “não gosto dessa coisa sem melanina, desbotada”, por exemplo. A frase “cagada na branquitude” também repercutiu muito. A apresentadora Ana Maria Braga chegou a falar de racismo reverso no “Mais Você” e depois se desculpou.

BBB 21: Polícia procura Carla Diaz para apurar caso de racismo (contra ela!)
(Foto: Reprodução / Globoplay)

Políticos de direita, como o deputado estadual Anderson Moraes (PSL-RJ) e o Ministro das Comunicações Fábio Faria (PSD), afirmaram publicamente que Lumena foi racista. O vereador Thammy Miranda (PL-SP) também, e disse que faria uma denúncia no Ministério Público.

O advogado Thiago Amparo, professor de Direitos Humanos da Fundação Getúlio Vargas, no entanto, explica que racismo não se refere a qualquer gesto de preconceito racial. “Racismo tem a ver com relações de poder. Não é simplesmente uma ofensa, mas uma ofensa que reproduz relações de poder na sociedade que são baseadas na raça e na cor”, disse à BBC News Brasil.

Escrito por Leonardo Torres

Loja Regards reabre nesta sexta, no RJ, com grandes novidades!

Loja Regards reabre nesta sexta no RJ. Confira novos horários e novidades!

Produtora de Rennan da Penha assina contrato com a Sony Music