in

Baú – Entrevista: Esmée Denters

Ela possui quase 30 anos e recentemente seu primeiro e único disco completou oito de lançado. Como outros artistas que estão na ativa – e nas paradas – no momento, Esmée Denters surgiu no mundo da música gravando vídeos com covers para seu canal no Youtube de músicas de nomes como Justin Timberlake e Natasha Bedingfield. 100 milhões de views depois, ela assinaria com o selo do próprio JT, entraria com ele em estúdio, gravaria um dueto e o acompanharia em turnê divulgando o álbum “Outta Here”.

O disco rendeu a Esmée prêmios e indicações em premiações como o Europe Music Awards e TMF Awards. A faixa-título – composta por Ester Dean com JT e produzida por Polow Da Don – é a de maior destaque, entrou no Top 10 dos Estados Unidos (assim como “Love Dealer”, dueto com JT) e vice-liderou a parada holandesa, país natal da cantora.

Mas por onde anda Esmée Denters? A cantora viveu o triste capítulo de ter sido dispensada pela gravadora e voltar à estaca zero. Em 2015, a moça chegou a fazer audição para o “The Voice UK” sendo eliminada na fase “the knockouts” pelo técnico will.i.am.

Tudo isso ela conta em uma entrevista exclusiva para o POPline em um momento de retomada da carreira. Ela está com dois novos singles e cheia de planos para o resto do ano! Interessou? Então vem!

POPline: Oi Esmée! Estamos sentindo sua falta. Como você está?
Estou bem, obrigada por perguntar.

O seu último single oficial foi lançado em 2010. Já se passou muito tempo desde “Love Dealer”. Você vem trabalhando em alguma coisa de lá para cá?
Eu sei, né? É impressionante como o tempo passa tão rápido. Depois de fazer turnê e lançar o meu primeiro álbum, a gravadora decidiu que o disco não foi bem sucedido o suficiente e eles me liberaram. Foi até um choque para mim, eu voltei a morar com a minha mãe e estava muito confusa sobre o que fazer em seguida. Eu decidi voltar a Londres para continuar trabalhando em músicas novas. E é isso o que eu venho fazendo nos últimos cinco anos.

E agora nós temos esses novos singles com o Shaun Reynolds. Conta para a gente como isso aconteceu?
Sim, estou muito animada em finalmente poder lançar essas músicas. Eu demorei muito tempo para estar pronta para lançar algo totalmente novo e é um sentimento muito poder lançar essas canções de maneira independente. Eu conheci o Shaun, o produtor (um companheiro de Youtube) através de amigos em comum e fizemos alguns covers juntos que foram muito bem. Então decidimos tentar escrever algo original juntos. Essas duas músicas são os primeiros dois singles de um novo EP que eu estou trabalhando. As faixas são bem diferentes. “Get Home” é mais uma música sexy de verão e eu descreveria “Motivation” como um hino com uma letra empoderadora.

Você tem noção que já são 8 anos desde o lançamento “Outta Here”?
Eu sei e eu fico louca porque isso me diz que eu estou velha! (risos) É incrível como essa música se conecta com tantas pessoas. Quando eu fiz a audição para o “The Voice” com “Outta Here” ela voltou para a parada de singles e eu fiquei louca.

Quando você olha para trás, aquela época, lembra do que?
Ai, tenho tantas memórias daquela época. Eu pude conhecer muitos dos meus ídolos, o que foi insano e bem surreal. Fui convidada para o programa da Oprah Winfrey e pude trabalhar a lado com Justin Timberlake, Ryan Tedder e ainda escrevi uma canção com Lady Gaga. Aprendi muito estando ao redor dessas pessoas incrivelmente talentosas. Eu sempre lembrarei do impacto que eles tiveram em mim. Também amei muito conhecer os fãs ao redor do mundo inteiro. Comecei minha carreira cantando covers no Youtube. Foram eles que me descobriram e tornaram meus sonhos possíveis. Então vê-los na plateia cantando minhas músicas foi o melhor sentimento do mundo. Serei para sempre muito grata pelas oportunidade que eles me proporcionaram.

E o que você sente mais falta?
Eu viajei a maior parte daquela época e estava rodeada de gente mais velha da indústria da música. Eu definitivamente sentia falta de estar com pessoas da minha idade e de ser uma adolescente normal. Apesar de estar rodeada de pessoas eu me sentia um pouco sozinha. Eu não via minha família e meus amigos por longos períodos. Sempre estava com minha guarda levantada porque as pessoas sempre exigiam que eu fosse essa pessoa perfeita. Isso definitivamente mexeu com a minha auto-confiança.

Se você pudesse ter a chance de mudar algo daquele período, mudaria alguma coisa?
Acho que eu não mudaria nada porque eu sou acredito fortemente que tudo acontece por alguma razão. Cometer erros é crucial para crescer e aprender. Entretanto, às vezes eu desejaria que eu estivesse mais presente. As coisas acontecerão tão rápido e eu me sentia em um passeio de montanha-russa e eu vivia nervosa na maioria do tempo. Eu deveria apenas ter me soltado, aproveitado a viagem um pouco mais.

Desde 2009, quando seu primeiro single e álbum foram lançados, muito mudou na indústria da música. Como você se vê inserida nesse contexto atual?
Acho ótimo que o cenário está mudando. Está mais fácil para os artistas estarem em controle de suas carreiras e lançar novos materiais de forma independente.

Voltando ao “The Voice UK” em 2015. O que te motivou a tentar entrar para o reality show?
Eu estava morando em Londres já há alguns anos, escrevendo muitas músicas e as coisas não estavam indo como o planejado. Eu lia esses comentários das pessoas na internet e eu não entendia o que havia acontecido comigo. Então eu decidi fazer a audição para o programa como uma plataforma para explicar as pessoas o que estava se passando na minha vida.

E você continua fazendo covers em seu canal no Youtube. É algo que independente de qualquer coisa você realmente ama fazer.
Eu sempre me sinto inspirada por outros compositores e musicistas. Amo pegar uma música e dar a ela o meu toque, um outro sabor. Meu foco é escrever mais músicas originais, mas eu sempre continuarei a fazer covers aqui e ali. Afinal de tudo, foi assim que tudo começou.

E o que os fãs podem esperar de agora em diante?
Eles podem esperar mais novidade, mais material original. Como comentei, estou trabalhando nesse EP no momento. Uma vez que isso for pro ar eu realmente quero poder cantar essas músicas ao vivo e quero muito conhecer os fãs novamente. Além dos covers eu estou colocando no ar todo tipo de vídeo no meu canal no Youtube também. Muitos não tem filtro algum então as pessoas podem realmente me conhecer de uma maneira mais pessoal. Desde comida que eu gosto de comer, a vlogs de viagens, uma maneira de tentar ser mais interativa com os inscritos.

Então fale para a gente desse EP. Quando poderemos ouvi-lo?
Estou planejando lançar o EP ainda neste verão. Eu amaria gravar um videoclipe para uma das músicas dependendo de como os ouvintes vão responde (fica a dica!). Quero apenas continuar escrevendo novas canções e lançando uma por uma.

Já que temos singles lançados, um EP a caminho e possivelmente um clipe, acho que você gostaria do espaço para mandar um recado para seus fãs.
Eu quero agradecer demais pelo apoio deles que eles me mostram sempre Isso significa muito para mim! Um dos meus sonhos é visitar o Brasil e cantar aí! Eu ainda recebo muitas mensagens dos meus fãs brasileiros e eles são os melhores. Espero que eu possa retribuir a gentileza de todos com essas novas músicas.

Fique conectado com Esmée Denters:
Twitter
Instagram
Facebook
Youtube

>> Click here to read this interview in english

Texto: Amanda Faia
Tradução: Amanda Faia
Revisão: Mari Pacheco
Edição de vídeo: Ricardo Oliveira
Produção e supervisão: Amanda Faia

O Baú – Entrevista fará uma pausa de algumas semanas, mas voltamos já já com uma nova rodada de papo. Fique ligado nas redes sociais do POPline para descobrir quem serão eles.

Escrito por Amanda Faia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ariana Grande no Brasil: cantora divulga vídeos oficiais do show no Rio

“SNS”: veja detalhes do novo single e clipe de Demi Lovato antes do lançamento!