Apresentador chamou Ivete de "velha, vagabunda, feia", entre outros adjetivos pejorativos. (Foto: Instagram/ @ivetesangalo e @comunicadorluizalmir)
in ,

Apresentador da Band faz ofensas pesadas à Ivete Sangalo e defende Bolsonaro

Luiz Almir disse que “a cantora está em decadência” e que ofendeu a maior autoridade do país

Depois do show onde Ivete Sangalo estimulou o público em um coro contra Jair Bolsonaro, o apresentador da Band-RN, Luiz Almir, que está à frente do programa ‘Nordeste Urgente‘, saiu em defesa do presidente e, também, fez ofensas pesadas à cantora que, segundo ele, “está em decadência”.

Luísa Sonza reage aos ataques de Bolsonaro à Ivete e cultura

Luiz Almir xingou Ivete Sangalo durante programa de rádio. (Foto: Instagram/ @ivetesangalo e @comunicadorluizalmir)

LEIA MAIS:

Durante seu programa de rádio, o apresentador criticou a postura de Ivete e disse que ela era “uma vergonha para as mulheres”. Além disso, disse que gostou por muito tempo da cantora, mas hoje em dia desligava a tv se a via em algum programa, incentivando, também, os ouvintes de fazerem o mesmo.

A vagabunda da Ivete ‘Sangala’ vem fazer um show pra ganhar dinheiro do povo besta do Rio Grande do Norte, em um hotel cinco estrelas cujo dono deve ser irresponsável também, pois se fosse no meu hotel eu tinha botado ela pra fora. E ela ficou cantando e gritando ‘manda Bolsonaro tomar no c*, não tô ouvindo não’… E o povo gritando, os esquerdistas doentes gritando”, reclamou.

Para o apresentador, a atitude de Ivete Sangalo era inaceitável não apenas por se tratar de Bolsonaro, mas, segundo ele, da “maior autoridade do país”, independente de quem fosse. Luiz Almir ainda disse que outros lugares teriam jogado ovos na cantora, em protesto ao seu posicionamento.

“Ela foi paga pra cantar. E não é porque é Bolsonaro não. Podia ser Lula, Antônio, Pedro, Manoel… Não importa quem fosse. Ninguém tem o direito de ir cantar, juntar o povo que paga pra ver o show de uma mulher que já está em decadência, velha, feia, frouxa, e a vagabunda fica mandando a maior autoridade do país tomar no c* em pleno microfone em um hotel cinco estrelas, disparou ele

Por fim, o apresentador ainda fez referências ao Papa e afirmou que Ivete é uma cantora de quinta categoria, chegando, inclusive, a questionar se ela “ainda era mulher“.

“O Papa disse ‘quem respeita a mulher, respeita Deus’, é verdade. Sem a mulher nós não existiríamos, a mulher é a mãe, que nos dá a vida. Mas tem mulher vagabunda, dessa qualidade, que vem ganhar 150, 200 mil ‘conto’ pra cantar em um hotel e fica mandando a maior autoridade do país tomar no c*. Não tenho nada a ver com o show dela. Mostrou o nível, a falta de educação, de nível, e o quanto ela envergonha o nome de ser mulher. Deveriam até examinar, será que aquilo ali ainda é mulher?”, finalizou.

Curtiu esta matéria? Clique aqui para ler mais conteúdos do Oh My God! by POPline. Tem listas, curiosidades, virais, celebs, k-pop, reality shows e muito mais sobre cultura pop!

Escrito por Kaique Corrêa

Pediu pra sair! Relembre os BBBs que desistiram do programa

The Weeknd está cantando sobre Angelina Jolie em nova música?