Foto: Getty Images
in

Apple supera Amazon, sobe duas posições e recupera posto de mais valiosa do mundo

A Apple foi eleita a marca mais valiosa do mundo, de acordo com o ranking Brand Finance Global 500 2021, da Brand Finance. Desde 2016 a empresa está fora do topo e, este ano, superou a Amazon e o Google, que aparecem respectivamente na lista. O crescimento da empresa, que registrou um aumento impressionante de 87% no valor da marca passando a valer US$ 273,4 bilhões (cerca de R$ 1,5 trilhões), foi atribuído ao fato de a estratégia de diversificação da companhia ter finalmente pago a si mesma.

Sob a liderança de Tim Cook, especialmente nos últimos cinco anos, a Apple começou a se concentrar no desenvolvimento de suas estratégias de crescimento para além do iPhone – que em 2020 representava metade das vendas contra dois terços em 2015.

De acordo com a Brand Finance, a política de diversificação fez a marca expandir em serviços digitais e de assinatura, incluindo App Store, iCloud, Apple Podcasts, Apple Music, Apple TV e Apple Arcade. Apenas no dia de ano novo, os clientes da App Store gastaram US $ 540 milhões em produtos e serviços digitais.

A transformação e a capacidade da Apple de se reinventar repetidamente a diferenciam de outros fabricantes de hardware e contribuíram para que a marca se tornasse a primeira empresa dos EUA a atingir uma capitalização de mercado de US $ 2 trilhões em agosto de 2020.

Outros destaques do ranking

Apesar de abandonar sua posição no topo, a segunda colocada Amazon ainda conseguiu registrar um crescimento de 15% no valor da marca, registrando um valor de US $ 254,2 bilhões. A gigante do varejo é uma das poucas marcas que se beneficiaram consideravelmente com a pandemia e o aumento sem precedentes na demanda resultante, à medida que os consumidores ficavam online após o fechamento de lojas. Durante o segundo e terceiro trimestre de 2020, as plataformas de e-commerce tiveram o maior crescimento de receita desde 2016.

Mais recentemente – aproveitando ainda mais as circunstâncias da pandemia – a Amazon adquiriu 11 aviões de passageiros de companhias aéreas norte-americanas em dificuldades para expandir suas capacidades de logística aérea. Uma compra tática para apoiar sua base de clientes em rápido crescimento, mas também um movimento estratégico para construir sua própria cadeia de suprimentos ponta a ponta, a frota pode permitir que a marca se torne um sério competidor no transporte aéreo no devido tempo.

Também ultrapassado pela Apple, o Google está em terceiro lugar, após um aumento de apenas 1% no valor da marca, passando a valer US $ 191,2 bilhões. Um pouco atrás de seus pares em termos de diversificação, o Google registrou seu primeiro declínio de receita como resultado da pandemia. A grande maioria da receita da marca vem de publicidade, que sofreu um abalo no ano passado, conforme os orçamentos de marketing apertaram.

Confira o ranking completo:

Foto: Reperodução

Escrito por Rafa Ventura

Barrado? Biel diz se sentir boicotado pelas rádios e streaming

PK clipe novo trecho exclusivo

Exclusivo: Veja trecho de “Por Causa Dela”, novo clipe do PK com GKAY