Foto: Divulgação
in

Após versão beta, YouTube Shorts chega ao Brasil

A partir de agora, qualquer pessoa poderá produzir e compartilhar os seus vídeos curtos diretamente no aplicativo do YouTube

Ao longo das últimas semanas, alguns espectadores brasileiros já conseguiram acessar e assistir aos Shorts – ferramenta de vídeos curtos concorrente do Reels, do Instagram, e do TikTok – produzidos pela comunidade global de YouTubers. A partir desta segunda-feira (7), qualquer pessoa poderá produzir e compartilhar os seus vídeos curtos diretamente no aplicativo do YouTube. Integrados à experiência do usuário, os Shorts contam com um destino específico para eles dentro da plataforma.

Com o lançamento da ferramenta, o YouTube traz alguns diferenciais ao formato curto já conhecido pelo público, como a capacidade de usar os áudios de vídeos disponíveis na plataforma – com 105 milhões de usuários mensais no Brasil, isso significa bilhões de opções de áudios para produção de conteúdo.

Dessa forma, os criadores podem dar seu próprio toque criativo aos vídeos e até mesmo ajudá-los a encontrar novos públicos – seja reagindo a piadas, experimentando receitas ou encenando esquetes cômicos. Vale destacar que os criadores estarão no controle e poderão desativar essa opção, caso não queiram que seu vídeo seja remixado por outros.

O YouTube também fez acordos com diversas gravadoras e produtoras musicais para garantir que artistas e criadores tenham uma biblioteca de sons e faixas musicais para usar. Inclusive, a distribuidora independente TuneCore, e a agregadora Believe, empresa controladora, anunciaram uma parceria recente com a plataforma para fornecer música nos Shorts. Assim, a vasta lista de músicas das empresas foi incluída na biblioteca musical da ferramenta.

“O lançamento do Shorts é uma evolução fundamental para o YouTube, seguindo um movimento cultural em direção à criação e consumo de vídeos curtos, e uma forma chave para capacitar qualquer pessoa a se tornar um criador diretamente de seu celular. Além disso, é um produto divertido para os espectadores aproveitarem nos pequenos momentos do dia, conectando-os ao conteúdo e aos criadores que amam”, comenta Patrícia Muratori, Diretora do YouTube Brasil.

Sobre o Shorts

O Shorts foi anunciado em setembro de 2020 com o lançamento de uma versão beta na Índia, onde os canais que utilizam a ferramenta mais do que triplicaram desde o início de dezembro. A funcionalidade chegou aos Estados Unidos em março deste ano e as pessoas também estão assistindo ao formato cada vez mais ao redor do mundo – o player do YouTube Shorts já ultrapassou 6,5 bilhões de visualizações diárias globalmente.

O YouTube continuará a construir o Shorts junto com a comunidade global da plataforma à medida que introduz mais recursos nos próximos meses, como opções futuras de monetização e novas ferramentas de criação, experiência de reprodução e garantindo que as pessoas possam encontrar Shorts que vão adorar e descobrir novos criadores.

Confira o vídeo de apresentação do Shorts:

Siga as redes do POPline.Biz é Mundo da Música para saber mais sobre os principais assuntos do mercado da música: Instagram, LinkedInFacebook e Twitter.

Escrito por Rafa Ventura

Justin Bieber reúne Snoop Dogg, Usher e Ludacris em remix de “Peaches”

Don't fight the feeling

“Don’t fight the feeling”: EXO faz comeback após quase 2 anos