Após Trump acionar a Suprema Corte, John Legend critica rappers que apoiam o político. Foto: Divulgação
Após Trump acionar a Suprema Corte, John Legend critica rappers que apoiam o político. Foto: Divulgação
in ,

Após Trump acionar a Suprema Corte, John Legend critica rappers que apoiam o político

Dentre os cantores de rap que apoiam Trump estão Ice Cube, Lil Wayne e 50 Cent

Durante a apuração das eleições presidenciais dos Estados Unidos, Donald Trump afirmou que, por direito, ganhou a disputa com Joe Biden e irá recorrer à Suprema Corte para parar a contagem de votos e impedir uma “fraude”. O que seria um ato completamente inconstitucional. Diante dessa postura, o cantor John Legend criticou seus colegas de profissão, principalmente os rappers que apoiam a reeleição de Trump.

John Legend diz que Trump é uma versão distorcida da masculinidade. Foto: Divulgação
John Legend diz que Trump é uma versão distorcida da masculinidade. Foto: Divulgação

“Algumas pessoas veem a maldade, a intimidação e o egoísmo de Donald Trump e confundem isso com força, uma espécie de masculinidade distorcida. Algumas pessoas veem sua ganância e acham que é bom nos negócios. Alguns de seus antigos rappers favoritos foram enganados por essas mentiras. Acho que eles até fundaram um novo supergrupo: chama-se Sunken Place”, disse John fazendo referência ao filme “Corra”.

Dentre os cantores de rap que apoiam Trump estão Ice Cube, Lil Wayne e 50 Cent. “Pergunte a todos os negros e pardos americanos que estão morrendo por causa desse vírus e perdendo seus empregos sob sua supervisão”, continuou John Legend.

John Legend ainda concluiu o seu desabafo: “O presidente não é forte. Ele é um covarde. E sua carreira nos negócios e no governo tem sido fracasso após fracasso. Precisamos de um presidente em quem possamos confiar”, disse.

Escrito por Helena Marques

Lana Del Rey anuncia lançamento de álbum de covers para ainda este ano

A Fazenda 12: Biel revela que Post Malone apostou que ele seria hit nos EUA. Foto: Divulgação

A Fazenda 12: Biel revela que Post Malone apostou que ele seria hit nos EUA