in

Após denúncias de Uma Thurman sobre conduta violenta de Quentin Tarantino, Fergie explica que não sofreu agressão

Hollywood está no meio de uma onda de denúncias contra assédio nos bastidores e uma das últimas polêmicas envolveu Quentin Tarantino. Uma Thurman, estrela de “Kill Bill”, revelou das tendências violentas do diretor no set de filmagem. Segundo a atriz, ele forçou que ela dirigisse um carro contra sua vontade que acabou batendo. Tarantino chamou o incidente de “maior arrependimento da minha vida”.

No meio dessas polêmicas, surgiu uma história envolvendo Fergie. Ela trabalhou com Tarantino no filme “Planeta Terror”, de 2017, e um vídeo mostra que o diretor chegou a bater na atriz e cantora. Veja:

Sabendo disso, Fergie falou ao Entertainment Tonight esclarecendo a situação. “Isso foi há muito tempo, antes de tudo”, disse ela. “Primeiro, eu só quero dizer que apoio as vítimas em todos os lugares, independentemente do gênero, raça, gênero e idade. Eu estou com as vítimas, ponto, e eu não quero tirar a história de ninguém. Isso só não foi minha história. Nós estávamos apenas tendo brincadeiras como fiz com o Black Eyed Peas em turnê, e nós estávamos nos divertindo um pouco”, afirmou.

Portanto, na visão de Fergie, esse não foi um comportamento agressivo, o que não tira a validade da denúncia de Uma Thurman.

Escrito por Caian Nunes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

“I Don’t Think About You”: Kelly Clarkson define baladinha como segundo single do álbum “Meaning Of Life”

De contrato com gravadora, Mc Loma ganha tratamento de estrela em novo clipe de “Envolvimento”