Now United fecha mais um negócio: linha de maquiagem vegana
(Foto: Reprodução / Instagram @mybeautybrand)
in ,

Any Gabrielly, do Now United, ganha processo e receberá indenização do Twitter

A integrante brasileira do Now United entrou na justiça contra o Twitter por permitir ameaças de morte contra ela na rede social.

Não é porque os haters estão, muitas vezes, escondidos atrás de perfis fakes nas redes sociais que suas ações não têm consequências. E Any Gabrielly, a integrante brasileira do Now United, mostrou, na justiça, que pode sim vencer esse ódio gratuito destilado contra as pessoas, principalmente quando há ameaça de morte envolvida, e vai ganhar uma indenização do Twitter.

O que aconteceu foi o seguinte: em junho deste ano, Any fez uma publicação em sua página no Twitter que desagradou os seus haters e isso foi suficiente para alguns deles xingarem a cantora de vários nomes e até chegar a ameaçá-la de morte.

print Twitter Any Gabrielly
Foto: Reprodução / Twitter

Sem medo das ameaças, Any Gabrielly entrou na justiça contra o Twitter, que foi obrigado a fornecer os dados para a identificação dos usuários que atacaram a cantora em sua plataforma. O processo era por “ameaça, mensagens de cunho racista e difamação contra os perfis que a atacaram”, segundo informou a assessoria da cantora ao Portal IG.

Negando-se a fornecer os dados, o Twitter foi então multado em mil reais por dia de descumprimento da ordem judicial. Apenas 66 dias após a determinação da justiça, o Twitter resolveu finalmente liberar os dados solicitados e por isso vai pagar à cantora uma indenização de 66 mil reais.

Em entrevista ao Portal IG, o advogado de Any Gabrielly, Bruno Gallucci, afirmou: “A Any foi vítima de crimes como injúria, difamação e teve sua reputação manchada diante de mais de um milhão de seguidores que admiram seu trabalho e ela só queria saber quem praticou os crimes para poder responsabilizar os usuários. O Twitter simplesmente ignorou uma decisão judicial por mais de dois meses e agora deve ser penalizado.”

Na época, Any Gabrielly já mandava um recado pros haters

Any Gabrielly Now United
Foto: Divulgação

Ciente de seus direitos, Any Gabrielly já tinha mandado um recado pros haters, em especial àqueles que a ameaçaram de morte e a xingaram usando palavras de cunho racista e difamatório.

Ainda em seu Twitter, ela já avisava: “Vou mandar um lembrete bem especial e exclusivo de que internet não é terra sem lei!”

O processo segue agora para a sua fase final, em sigilo judicial.

Escrito por Kavad Medeiros

Top 10 Spotify: Sem lançar álbum, Rihanna está entre as mulheres mais ouvidas de 2020

“Matriz”: Pitty anuncia DVD gravado em Salvador, com exibição exclusiva na televisão