Foto: Luiza Ferraz/Divulgação
in

Anitta entra no conselho de administração do Nubank

A cantora terá um papel importante em ajudar a empresa a aprimorar ainda mais seus serviços e produtos.

Além do talento inegável, o tino empresarial de Anitta é notório. A cantora, considerada hoje um dos maiores ícones pop da América Latina, se uniu ao Nubank, o maior banco digital independente do mundo, e se tornou membro do Conselho de Administração da empresa.

Anitta vai participar de reuniões trimestrais com os outros seis conselheiros e a diretoria do Nubank para discutir decisões estratégicas do futuro do banco digital. A cantora terá um papel importante em ajudar a empresa a aprimorar ainda mais seus serviços e produtos.

Segundo o comunicado oficial da parceria, mais do que o crescimento do Nubank, Anitta se motivou pelo impacto real que os produtos têm causado na vida das pessoas. A cantora, que cresceu em Honório Gurgel, no subúrbio do Rio de Janeiro, conhece bem as dificuldades de quem procura um banco sem sofrer com tarifas, taxas abusivas e atendimento ineficiente.

“É muito chato e constrangedor não conseguir ter acesso a produtos financeiros. Muita gente na América Latina sempre viveu de emprego informal. Como essas pessoas vão ter histórico de crédito? Fiquei impressionada ao ver o trabalho do Nubank em fazer com que milhões de pessoas se sintam incluídas, podendo ter uma vida financeira melhor”, explicou a cantora.

Para o banco digital, aliar-se à cantora significa contar com sua expertise em construção de marcas. Anitta é uma empreendedora extremamente bem sucedida que usou sua visão estratégica para expandir a carreira não só na América Latina e nos Estados Unidos, mas globalmente.

“Anitta tem profundo conhecimento do comportamento dos consumidores nesses mercados que tem explorado e tem muita experiência em estratégias de marketing vencedoras. Essas competências foram chave para a convidarmos para o Conselho. Nenhum outro conselheiro possui essa experiência”, diz David Vélez, CEO e fundador da empresa.

Já para Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, Anitta está reinventando a cena cultural nos últimos anos e, segundo ela, o banco compartilha do mesmo DNA de inovação. “Ela levou o funk brasileiro a outro patamar e criou uma marca mundial gigantesca. É uma empresária de sucesso que vai nos ajudar a aprimorar ainda mais os produtos para nossos clientes”, afirma.

Anitta, entre Vélez e Cristina | Foto: Luiza Ferraz/Divulgação

Marca madura

A cantora se junta ao banco digital em um novo momento de desenvolvimento da empresa e uma fase mais madura da marca. Ao completar oito anos de história, o Nubank se consolidou como maior banco digital independente do mundo, com mais de 40 milhões de clientes, acabou de levantar extensões que elevou a Série G para US$ 1,15 bilhão e expandiu sua oferta de produtos do cartão de crédito para um portfólio completo a seus clientes — que inclui produtos de investimento, seguro, empréstimo pessoal e soluções de pagamento instantâneo.

De acordo com o banco, além de oferecer serviços financeiros acessíveis e convenientes e um atendimento eficiente e humanizado, o Nubank quer ajudar seus clientes a serem as melhores versões de si mesmos e ajudá-los a melhorarem suas vidas. Anitta chega para ajudar a direcionar a empresa nessa jornada de fortalecer ainda mais sua identidade com a qual os clientes já têm forte conexão.

Conselho mais feminino

A cantora será a terceira mulher do Conselho Administrativo do Nubank. Ela se junta a outras profissionais de peso, como Anita Sands, professora da universidade americana de Princeton e ex-diretora de operações do banco suíço UBS, e como Jacqueline Reses, ex-presidente da fintech Square e atual presidente do Conselho Consultivo Econômico do FED, o banco central norte-americano.

O Conselho do banco digital é formado também pelo brasileiro Daniel Goldberg, ex-presidente do Morgan Stanley no Brasil, e ex-Secretário de Direito Econômico do Ministério da Justiça, antigo órgão do sistema brasileiro antitruste; pelo colombiano Luis Alberto Moreno, ex-presidente do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento); por Doug Leone, Global Managing Partner e investidor da Sequoia Capital, membro do Conselho do Nubank desde 2016; e do próprio David Vélez, Chairman, CEO e fundador do Nubank.

Anitta vai debater o futuro da empresa, em reuniões trimestrais, com esses conselheiros e com o time de talentos globais da diretoria, que conta com Renee Mauldin, diretora de Pessoas, ex-Google, Twitter e Uber; Youssef Lahrech, diretor de Operações, engenheiro do MIT, ex-Capital One; Jag Duggal, diretor de Produto, ex-Google e ex-Facebook; Arturo Nuñez, diretor de Marketing, ex-Apple e ex-Nike; Matt Swann, diretor de Engenharia, ex-Amazon e Booking; além de Cristina Junqueira, cofundadora do banco digital.

Siga as redes do POPline.Biz é Mundo da Música para saber mais sobre os principais assuntos do mercado da música: Instagram, LinkedInFacebook e Twitter.

Escrito por Rafa Ventura

R9

Fã cria anúncio falso do novo álbum da Rihanna e viraliza

Gucci

Lady Gaga aparece como personagem de filme em capa de revista